Rondônia - 20 de outubro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / No Egito, Rodriguinho exalta período no Corinthians e reafirma desejo de voltar

No Egito, Rodriguinho exalta período no Corinthians e reafirma desejo de voltar

2.6 mil
visualizações

39 comentários


Comunicar erro

Rodriguinho deixou o Corinthians em julho e hoje atua no Pyramids (EGI)

Rodriguinho deixou o Corinthians em julho e hoje atua no Pyramids (EGI)

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Rodriguinho pode até estar longe do Corinthians, mas não se desvinculou totalmente do clube. Vendido ao Pyramids, do Egito, em julho deste ano, o meio-campista reafirmou o desejo de voltar a jogar com a camisa alvinegra. E em alto nível. O ex-camisa 26 destacou o período no Parque São Jorge como seu grande momento no futebol e ressaltou a identificação com o time.

Foi o melhor momento da minha carreira. O clube onde fui mais feliz, em que consegui títulos importantes, me destaquei para o cenário nacional e internacional… Chegando inclusive a ficar na lista de 35 atletas da seleção brasileira para uma Copa do Mundo”, disse o meia em entrevista ao blog de Jorge Nicola, do Yahoo Sports.

A transferência de Rodriguinho ao Pyramids foi concretizada pelo valor de 6 milhões de dólares (cerca de R$ 22,6 milhões, na ocasião). Na quantia desembolsada pelo clube egípcio, o Corinthians teve direito a 50%, ou seja, 4 milhões de dólares (pouco mais de R$ 15 milhões). A outra metade dividida entre o Capivariano (40%) e o América-MG (10%), que também detinham direitos econômicos do jogador.

O próprio meia confirmou que os valores da transação pesaram na saída do Timão. “É por aí. Vim para ter a consolidação da minha vida financeira. Até porque, além dos salários altos, recebemos prêmios muito bons pelos resultados. Estou com 30 anos de idade e isso também pesou. Acho que pode ter sido meu penúltimo grande contrato, então, assinei por três anos e quero aproveitar”, contou Rodriguinho.

Leia também:Veja opções de jogadores em pré-contrato que podem se encaixar no Corinthians para 2019

Em relação ao seu desempenho no Pyramids nos últimos meses, o meio-campista se mostrou satisfeito. “Tenho (ido bem) sim. Só fiquei fora de uma rodada, por causa de um probleminha no tornozelo, mas já voltei a jogar. O time ainda não perdeu e tem quatro vitórias e três empates”, completou.

De volta ao período Corinthians, Rodriguinho ainda relembrou sua ascensão no clube – e as dificuldades neste caminho. Ele foi contratado pelo time em 2013 e passou por dois empréstimos (para Grêmio e Al-Sharjah, da Arábia Saudita) antes de se fixar na equipe. Porém, foi na última temporada que atingiu um novo patamar.

Após assumir a titularidade em 2016, devido ao desmanche sofrido pelo clube depois do pentacampeonato brasileiro, Rodriguinho foi vice-artilheiro do Corinthians em 2017. Foram 11 gols marcados em 57 partidas. O índice foi repetido antes da ida ao Egito, em 38 jogos disputados.

“Foi um conjunto de coisas. Tem a ver com a fase pessoal, o amadurecimento como atleta, a evolução em uma série de características que talvez não fossem boas no início… Também treinei bastante para melhorar. E casou com a situação do Corinthians, que, mesmo desacreditado por muitos, com uma situação financeira não tão boa quanto em anos anteriores, mostrou que é gigante”, avaliou.

Ao todo, Rodriguinho soma 175 jogos disputados e 35 gols marcados com a camisa do Corinthians. O meia conquistou dois títulos no Campeonato Brasileiro e outros dois no Paulista pelo clube alvinegro. A vontade de voltar, é claro, não passou despercebida.

“Com certeza, penso sim (em voltar)! Fui muito feliz aí, tive uma identificação enorme e quero voltar numa condição boa para reviver tudo”, finalizou.

Veja mais em:
Rodriguinho e Ex-jogadores do Corinthians.