Rondônia - 22 de outubro de 2018
Home / Notícias / Política / Kim Kataguiri diz que terá mandato com foco em economia e segurança pública

Kim Kataguiri diz que terá mandato com foco em economia e segurança pública

Kim Kataguiri (DEM-SP), um dos parlamentares mais jovens eleito no País, tem dois focos para o seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados: economia e segurança pública. O jovem de 22 anos é líder do Movimento Brasil Livre (MBL) e foi protagonista das manifestações de 2013 e dos protestos a favor do impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff.

Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Reunião sobre o Pl 7180/2014. Fundador e Coordenador do Movimento Brasil Livre  MBL, Kim Kataguiri
Kim Kataguiri, do DEM-SP

No âmbito da economia, Kim acredita que a Reforma da Previdência é o melhor caminho para melhorar o desenvolvimento econômico do País. Ele afirma que a previdência é “o maior gargalo de dinheiro público que a gente tem hoje” e que “sem corrigir esse problema a gente não tem superávit, não vai conseguir diminuir a dívida nem os impostos que hoje pesam principalmente no consumo”.

Já no campo da segurança pública, Kataguiri quer rever a estrutura das polícias e dos presídios, propor parcerias público-privadas e reformar o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal. Além disso, a candidatura dele se baseou em propostas como o fim da progressão de regime e da saída temporária.

A construção de mais presídios também é um tema que vai guiar o mandato do novo parlamentar. Kataguiri quer inserir na Lei de Crime de Responsabilidade a possibilidade de cassação de mandatos dos governadores de estados que tenham dinheiro em caixa para a construção de novas prisões e, mesmo assim, faltem presídios para a população em privação de liberdade.

Ele admite que o que lhe aguarda é um trabalho difícil. “O País passa por um momento de crise e existem diversas bancadas com interesses divergentes”, assume. Mas Kataguiri tem a expectativa aprovar o que ele chama de “reformas estruturantes para o País”, como as reformas previdenciária e tributária.

Para a reforma da previdência, Kim tem um “projeto sustentável, que se baseia no tripé capitalização, sistema de pacto geracional com teto e sistema de renda mínima”. Segundo ele, essa é uma proposta que o MBL já apresentou ao Congresso Nacional e obteve as assinaturas necessárias para se apresentar como aditivo da Reforma Previdenciária do governo. “Esse projeto precisa ser defendido. É importantíssimo para o crescimento do País, para garantir não só que os atuais aposentados recebam aposentadoria, como que os jovens da minha geração no futuro tenham o que receber”, pontua.

Outra proposta do deputado é a digitalização de juntas comerciais e cartórios, além de simplificar o processo burocrático para que que não se gaste mais de 180 dias e 5 mil reais para abrir uma empresa. A abertura de uma comissão para coletar assinaturas e conversar com outros parlamentares sobre a revogação de “leis inúteis e burocráticas” também está nos planos de Kataguiri.

“Eu acho que é um grande peso o que a gente tem de burocracia inútil, que só incentiva a corrupção. Aqui no caso da cidade de São Paulo são mais de 8 mil leis. Imagino que no âmbito federal seja muito mais”, afirma.

Kim Kataguiri tem ensino superior incompleto e estudou da Universidade Federal do ABC. Foi o quarto deputado federal mais votado em São Paulo, com 465.310 votos. Assim que foi eleito, manifestou interesse em candidatar-se à presidência da Câmara – porém, constitucionalmente, é necessário ter no mínimo 35 anos para ocupar o cargo.