Rondônia - 13 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Vasco da Gama / Basquete: Alberto Bial projeta estreia do Vasco neste sábado no NBB contra o Brasília

Basquete: Alberto Bial projeta estreia do Vasco neste sábado no NBB contra o Brasília

Ciente da tradição que a camiseta do Vasco ostenta também no basquete e confiante no trabalho de renovação que vem efetuando, o técnico Alberto Bial está otimista quanto à participação do clube de São Januário na próxima edição do Novo Basquete Brasil, o NBB, que terá início neste sábado (13/10). E, como pequenos obstáculos não contam, Bial e seus comandados terão pela frente logo na estreia uma das equipes mais fortes montadas para a competição, a do Universo/Caixa/Brasília, neste dia 13, às 15h25m, no Ginásio Nilson Nelson, na Capital Federal, com transmissão da Bandeirantes.

Mesmo diante de um forte adversário, Alberto Bial espera um bom começo vascaíno, principalmente olhando para a sequência da competição, que envolve 14 equipes.

“Seria fantástico ficarmos entre os oito melhores. Seria extraordinário se pelo menos jogássemos as quartas de final nos playoffs, e ainda melhor, se conseguíssemos terminar entre os cinco melhores para podermos disputar uma competição internacional, como a Liga Sul-Americana, Liga das Américas ou uma nova competição continental que está sendo elaborada”, afirmou o técnico de 66 anos, sendo 48 dedicados ao basquete.

Técnico do time campeão sul-americano pelo Vasco em 1998, ele espera ver em breve o clube voltando a brilhar na modalidade.

“Acredito que o Vasco tem de buscar uma retomada e, por isso, quero ir utilizando também garotos da base para crescer. O clube tem de pensar numa base forte, para, num projeto de três a quatro anos, buscar grandes títulos em competições internacionais.”

A respeito do adversário, Alberto Bial inclui o Brasília entre as principais forças desta edição do NBB, juntamente com o favorito Flamengo e mais o Paulistano/Corpore, atual campeão; Sendi/Bauru, vencedor em 2017; Mogi das Cruzes/Helbor, atual vice-campeão; e Sesi Franca, atual campeão paulista. “O Brasília contratou os três melhores estrangeiros do NBB. Um deles é Ricky Sánchez, um ala-pivô portorriquenho, que atuou na NBA D-League (Liga de Desenvolvimento da NBA). Eles têm também o ala Zach Graham, um americano, MVP (Melhor Jogador) do Mundial de Clubes da Fiba-2016 e da Liga das Américas-2017, que é um craque. E mais o ala-pivô Windi Graterol, um venezuelano. Graham e Graterol foram campeões mundiais pelo Guaros de Lara, da Venezuela, em 2016”, analisou o treinador vascaíno, lembrando que a equipe brasiliense terá ainda dois ícones de sua história, Arthur e Nezinho, este ex-Vasco.

Um apaixonado pelo basquete, Bial está empolgado com o nível da competição nacional.

“Vai ser um campeonato muito forte, e o basquete brasileiro tem muito a agradecer ao NBB, que está mais forte e equilibrado a cada ano. Pode-se até dizer que o Flamengo seja favorito, mas não é uma barbada. Não há como apontar um campeão na certa, e isso atraiu quatro TVs (Band, Bandsports, ESPN, Fox Sports) e mais Facebook e Twitter. O NBB já conta com um público fiel”, ressaltou Bial, antes de encerrar:

“Na segunda rodada, dia 19, uma sexta-feira, às 19h, vamos fazer nosso primeiro jogo em casa, diante da nossa torcida, em São Januário, contra o Joinville/AABJ.”

Fonte: Divulgação