Rondônia - 16 de novembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Jô fez quase três vezes mais gols do que os quatro centroavantes do Corinthians juntos em 2018

Jô fez quase três vezes mais gols do que os quatro centroavantes do Corinthians juntos em 2018

620
visualizações

25 comentários


Comunicar erro

Camisa 7 Jonathas passou em branco na final da Copa do Brasil

Camisa 7 Jonathas passou em branco na final da Copa do Brasil

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A escalação de Jonathas como titular (e camisa 7) na derrota do Corinthians por 2 a 1 para o Cruzeiro, nessa quarta-feira, na final da Copa do Brasil, simboliza um grande erro de planejamento do clube na atual temporada: a falha em tentar substituir o artilheiro Jô.

Um levantamento feito pelo Meu Timão aponta que, juntos, os quatro centroavantes que tentaram em vão preencher a lacuna deixada por Jô somam até aqui apenas nove gols em 2018. O camisa 7 de 2017, sozinho, fez quase três vezes mais: 25 tentos.

Jô foi o artilheiro do Brasileirão 2017 com 18 gols

Jô foi o artilheiro do Brasileirão-2017 com 18 gols

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Ainda sob comando de Fábio Carille, Kazim e Júnior Dutra tiveram suas chances como centroavantes no início do Paulistão. Eles não aproveitaram, somaram um e três gols cada, respectivamente, e acabaram negociados pelo Corinthians no decorrer do semestre.

Visando reforçar o elenco para o Campeonato Brasileiro, a diretoria corinthiana então decidiu trocar o atacante Lucca pelo centroavante Roger, bastante criticado no Internacional. O recém-chegado atleta vestiu a camisa 9 e fez, até agora, quatro gols em 21 jogos.

Por fim, insatisfeito com o setor ofensivo, o presidente Andrés Sanchez e seus dirigentes conseguiram costurar uma contratação por empréstimo de Jonathas, cedido pelo Hannover 96, da Alemanha. Em três meses no Timão, disputou nove partidas e fez um único gol.

Ainda vale citar o jovem Matheus Matias. Contratado do ABC-RN no início do ano, o jogador só atuou quatro vezes, sendo duas em amistosos, até o momento. Marcou um gol, mas também em uma partida não oficial.

Por que um e não outro?

Ao decidir apostar numa formação com centroavante na final da Copa do Brasil, Jair Ventura optou por Jonathas e não por Roger, “artilheiro” entre os centroavantes do Corinthians no ano. A explicação? O camisa 9 foi contratado pelo Timão mesmo a diretoria sabendo que, por já ter defendido o Internacional, ele estaria impossibilitado de jogar pelo Corinthians na competição que desde o início da temporada é tratada como a mais importante pelo clube.

Em tempo: situação similar foi suficiente para o Corinthians desistir da contratação de William Pottker, então artilheiro da Ponte Preta, no primeiro semestre do ano passado.

Que saudade!

Jô rapidamente, ainda na primeira fase do Campeonato Paulista de 2017, já despontou como titular absoluto daquela equipe. Se tornaria protagonista das conquistas estadual e nacional do Corinthians na temporada, sendo o primeiro artilheiro de um Brasileirão pelo Timão.

Jô foi vendido no fim de dezembro ao Nagoya Grampus, do Japão, em transação que rendeu aos cofres alvinegros algo próximo de R$ 22 milhões.

Os 25 gols de Jô em 2017

No Campeonato Paulista: 6Na Copa do Brasil: 1No Brasileirão: 18

Os centroavantes substitutos de Jô em 2018

  • Roger: 4 gols
  • Júnior Dutra: 3 gols
  • Kazim: 1 gol
  • Jonathas: 1 gol
  • Total: 9 gols

Veja mais em:
, Jonathas, Roger, Kazim, Júnior Dutra, Mercado da bola e Diretoria do Corinthians.