Rondônia - 16 de novembro de 2018
Home / Notícias / Religião / Estudos de Provérbios / Provérbios 18:4 – Águas profundas são as palavras da boca do homem, e ribeiro transbordante é a fonte da sabedoria.

Provérbios 18:4 – Águas profundas são as palavras da boca do homem, e ribeiro transbordante é a fonte da sabedoria.

Quão profundo e fluido é você? Um homem sábio tem um profundo reservatório de sabedoria, que produz palavras de conselho prudente para ajudar outros. A sua alma envia um fluxo constante de sabedoria, que é uma árvore de vida para muitos. Este provérbio não diz respeito a um homem qualquer, mas sim a respeito de um homem sábio, o qual é claramente revelado pelas duas frases. Somente a boca de um homem sábio alimenta conhecimento a outros (Pv 15:7; 16:23; Ec 10:12; Sl 37:30-31).

O provérbio tem duas lindas metáforas. A primeira declara que as palavras do sábio são como águas profundas. O que podemos aprender com esta comparação? Sua sabedoria é profunda: não é apenas uma vista superficial das coisas (Jo 7:24; Is 11:1-4). Sua sabedoria é abundante: ele pode nos ajudar nos muitos dilemas diferentes (Jó 29:21-25; Mt 13:52), e só os homens de entendimento podem extraí-la, pois não é fácil persuadir um homem sábio a falar (Pv 20:5; 17:27).

A segunda metáfora compara as palavras de um homem sábio a um manancial que gera um riacho fluindo. O manancial é a fonte ou a nascente de um riacho, que é a sua origem principal. Como o riacho fornece água para prosperar as terras mais baixas, assim fala o homem sábio para prosperar aqueles que estão à sua volta. A sua boca é um poço de vida (Pv 10:11). Sua instrução é uma fonte de vida (Pv 13:14). Ele alimenta a muitos (Pv 10:21). Ele é saúde e uma árvore de vida para outros (Pv 12:18; 15:4).

Salomão possuía grandeza de coração e sabedoria acima de todos os demais (IRs 4:29-34). Ele podia falar a respeito de qualquer assunto, incluindo árvores. Homens das cortes de todos os reis da terra vinham para ouvir a sua sabedoria. Mas o filho de Salomão, Jesus Cristo, foi maior do que Salomão. Quando Jesus falou, as pessoas ficavam atônitas, tanto pela Sua autoridade como pela Sua bondade (Mt 7:28-29; Lc 4:22). E ele podia fechar a boca dos Seus inimigos quando queria (Mt 22:46).

Quão profundo e fluido é você? Você já aprendeu as palavras da verdade para poder dar certas respostas àqueles que lhe perguntam (Pv 22:17-21)? Você tem meditado nas palavras de Deus para poder responder a inimigos, mestres e aos idosos (Sl 119:98-100)? Você pondera antes de responder a uma nova questão (Pv 15:28)? Você aprendeu a responder bondosamente a todos os homens (Cl 4:6)? Você já revelou o seu excelente espírito ao conter a sua fala (Pv 17:27)?

Você santificou o Senhor Deus exaltando-O em seu coração, para que você possa dar uma boa razão da sua esperança (IPe 3:15)? Você confia na Escritura como sendo suficiente para tornar perfeito o homem de Deus (IITm 3:16-17)? Você ama suficientemente os outros para descobrir suas necessidades e ajudá-los (ITs 5:14; Hb 3:12-13)? Você é suficientemente espiritual para salvar aqueles que estão fracos à sua volta (Gl 6:1; Tg 5:19-20)? Você consegue falar acerca das coisas de Deus aos outros, especialmente seus filhos e netos (Sl 71:14-18; 78:1-8; Ml 3:16)?