Rondônia - 16 de novembro de 2018
Home / Notícias / Norte / Acre / Acre é o primeiro estado do país a emitir RG em novo formato « Acre

Acre é o primeiro estado do país a emitir RG em novo formato « Acre

O Instituto de Identificação da Polícia Civil do Acre lançou nesta sexta-feira, 19, o novo formato para emissão do Registro Geral (RG). O documento segue um sistema padronizado com os demais estados e passa a conter mais informações sobre o cidadão. A partir da próxima semana, todos os RGs serão emitidos em novo formato, inclusive com o nome social de pessoas transgêneros.

imagem19-10-2018-20-10-26

Nova cédula de identidade consta informações como título de eleitor, tipagem sanguínea e nº da CNH de condutores (Foto: Sérgio Vale/Secom)

A nova plataforma é uma exigência do decreto nº 9.278, de 5 de fevereiro de 2018, segundo o qual a partir de 1º de março de 2019 os órgãos de identificação de todo o Brasil estarão obrigados a adotar os padrões de Carteira de Identidade contendo novas informações. O Acre é o primeiro estado a se adequar ao novo formato e disponibiliza os serviços a partir da segunda-feira, 22, na Central de Serviços Públicos (OCA).

“Essa é uma luta do próprio governo do Estado em conjunto com a Polícia Civil que enviou uma equipe a Brasília para definir o padrão do novo documento, inclusive saímos na frente e o modelo do Acre será padronizado com os demais estados brasileiros”, ressaltou o diretor do Instituto de Identificação do Acre, Sandro Rodrigues.

Ele completa que, a partir de agora, será praticamente tudo em um único documento. “Na verdade, todos os dados do cidadão serão os mesmos, o que vai ampliar é a inserção de outros documentos para que a cédula de identidade fique mais completa com informações adicionadas sobre carteira de habilitação [CNH], título de eleitor, tipagem sanguínea, entre outros”.

Novidade aprovada

imagem19-10-2018-20-10-29

Primeiros atendimentos realizados nesta sexta-feira, 19, foram aprovados por quem procurou (Foto: Sérgio Vale/Secom)

A autônoma Edilene Almeida buscou o atendimento e aprovou a novidade. Para ela, todas as informações necessárias em um único documento é uma questão de praticidade.

“Pra mim foi uma surpresa esse novo modelo de RG. Ele  é muito bom, foi uma mudança acertada porque não preciso mais sair de casa com vários documentos, correndo o risco até mesmo de perder e ter que solicitar tudo novamente. A nova carteira de identidade vai facilitar muito a nossa vida”, disse Edilene.

Vale ressaltar que não é obrigatória a renovação do documento, caso ele esteja em boa conservação para uso. Apenas os próximos a serem emitidos terão mais informações acrescidas. Dessa forma, permanecem válidas as Cédulas de Identidade expedidas de acordo com os padrões anteriores ao decreto presidencial.


thumb_up