Rondônia - 14 de novembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Palmeiras / Árbitro mente na súmula; Mattos se revolta com cartões: Ele direcionou | Palmeiras

Árbitro mente na súmula; Mattos se revolta com cartões: Ele direcionou | Palmeiras

Na súmula que enviou à CBF logo após a partida entre Palmeiras x Ceará, o árbitro goiano Andre Luiz de Freitas Castro mentiu ao informar os motivos que o fizeram aplicar cartões amarelos para Mayke e Lucas Lima, que estavam pendurados.

De acordo com Freitas, Mayke foi advertido por retardar a cobrança de um lateral, mas o jogador foi advertido antes de cobrar uma falta. Já sobre Lucas Lima, o árbitro justificou dizendo que o meia “cometeu faltas persistentemente”, sendo que o camisa 20 só cometeu uma (na verdade o autor da falta foi Moisés, que também estava pendurado).

A aplicação dos cartões indignou o diretor de futebol Alexandre Mattos: “Eu tenho convicção que está estranho. O árbitro não vem aqui dar explicação. Por que não coloca o microfone nele para questioná-lo? O Palmeiras vem em uma sequência de erros de arbitragem muito estranha”.

Para o executivo, o árbitro foi tendencioso: “Ele direcionou. Mais uma vez a gente fica pensando e cobrando porque está muito estranho. Do jeito que foi, está muito estranho. Já sabe que tem um jogo no Maracanã, já tira meio time, já tira as opções. Não dá mais para ficar só calado e mandando DVD” encerrou.

Além de Mayke e Lucas Lima, o volante Bruno Henrique também recebeu cartão amarelo e será desfalque contra o Flamengo, assim como Deyverson, que foi expulso.