Rondônia - 16 de novembro de 2018
Home / Notícias / Norte / Acre / Governo avança na rede de atenção à saúde da mulher « Acre

Governo avança na rede de atenção à saúde da mulher « Acre

Para garantir qualidade de vida às mulheres acreanas, o Departamento de Atenção Primária, Políticas e Programas Estratégicos (DAPE), por meio da Divisão de Saúde da Mulher, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), trabalha durante todo o ano realizando planejamento de ações estratégicas para elaborar, desenvolver e acompanhar as ações de saúde voltadas para a garantia de atendimento e qualidade nos serviços no tocante à saúde da mulher.

A divisão abrange ações educativas, preventivas, diagnóstico de doenças, tratamento e recuperação, assistência clínica, pré-natal, parto e puerpério, planejamento familiar, doenças sexuais transmissíveis, câncer de mama e de útero, além de outras áreas.

João Paulo Silva, gerente do DAPE, destaca que dentro dos serviços de saúde a divisão é uma área muito estratégica, tendo uma relação com a Rede Cegonha e com algumas outras áreas, sendo de fundamental importância dentro dos 22 municípios do estado.

“Não olhamos apenas os serviços, olhamos a atenção primária e a capacitação através da área técnica de saúde da mulher. Então, capacitamos sobre pré-natal, puericultura, sobre toda a parte que envolve a saúde da mulher e do bebê, olhamos todo o contexto, não só dos serviços estruturados como maternidade e serviços específicos, mas atenção primária, principalmente, já que é nossa grande ordenadora da saúde”, destaca o gerente.

A atuação da Divisão na criação de projetos garantiu o desenvolvimento de vários projetos, por meio de recursos do Banco Mundial pelo PROSER, que possibilitaram a aquisição de kits educativos que foram distribuídos  em todas as cidades acreanas.

Assim como a aquisição de kits para parteiras tradicionais e indígenas, que foram capacitadas no Jordão e Marechal Thaumaturgo. Cada parteira adquiriu um kit com todos os instrumentos necessários para fazer um parto.

Outra implantação importante foi a central de parto, que é um leito onde a mulher tem direito a um acompanhante, e pode ter um parto humanizado.

A capacitação profissional é outro marco nas ações da divisão, capacitando profissionais para orientar as mulheres quanto aos métodos contraceptivos enviados pelo Ministério da Saúde (MS) e distribuídos de forma gratuita nas Unidades de Saúde.

Planejamento reprodutivo

imagem21-10-2018-19-10-30

Policlínica do Tucumã é referência em planejamento reprodutivo no Acre (Foto: Lane Valle)

Com relação ao planejamento familiar, o DAPE atua na ampla divulgação e distribuição de matérias educativos e métodos contraceptivos.

Em 2017, a saúde do estado passou a disponibilizar a inserção do DIU de cobre nas maternidades, onde é possível colocar o DIU no pós-parto ou pós-aborto.

A Policlínica do Tucumã tornou-se o centro de referência no estado para a realização dos procedimentos de vasectomia e laqueadura, que fazem parte das ações de planejamento reprodutivo e familiar da saúde do estado.

De acordo com Maria do Rosário de Freitas, gerente da Divisão de Saúde da Mulher da Sesacre, todos os avanços na saúde que beneficiam as mulheres são de extrema importância para que a planejamento familiar funcione de forma efetiva.

“Poder proporcionar a opção de o casal ou a mulher optarem pela paternidade ou maternidade é um dos avanços de serviço em saúde. A habilitação de dois hospitais, sendo um em Tarauacá, que contempla a região do Envira e o outro em Brasileia que abrange toda região do Alto Acre permitem agora o procedimento de laqueadura ou vasectomia, que eram duas demandas reprimidas em ambas as regiões”.

Qualificação profissional

Para existir um atendimento de qualidade é necessário investir na qualificação dos profissionais de saúde e ampliação dos serviços. O Governo do Acre tem garantido significativos avanços com relação a saúde da mulher.

Os resultados desses avanços devem-se também aos trabalhos de qualificação profissional desenvolvido em todos os municípios.

Somente até setembro deste ano 84 profissionais, entre médicos e enfermeiros, nas regionais do Alto Acre, Juruá e Baixo Acre, foram capacitados na área de planejamento reprodutivo. Outros 78 profissionais na área de pré-natal de baixo risco e puerpério, capacitação de médicos para a inserção do DIU no pós-parto e pós-aborto na Maternidade Barbara Heliodora (MBH), Hospital Raimundo Chaar, Hospital Santa Juliana, na implantação dos procedimentos de vasectomia na Policlínica do Tucumã e ampliação da inserção do DIU.

Neste montante também foram adquiridos kits sobre aleitamento materno, aquisição de DIU e kit instrumental, além de kit educativo de planejamento familiar.

Rede Cegonha

imagem21-10-2018-19-10-31

A Rede Cegonha tem como intuito garantir à mulher o direito e atenção de atendimentos necessários durante o período de gestação.(Foto: Angela Peres/Secom)

Um dos programas ligados diretamente a saúde da mulher é a Rede Cegonha, criado em 2011 pelo o Sistema Único de Saúde (SUS), o programa, tem como intuito garantir à mulher o direito e atenção de atendimentos necessários durante o período de gestação.

E este ano de 2018 o programa passou por uma nova atualização que consistiu em traçar atividades e ações, discutindo e programando atendimentos as gestantes e garantindo acompanhamento a crianças de até 02 anos.

No Acre, alguns dos principais avanços do programa nos últimos quatro anos foram, a implantação do acolhimento com classificação de risco, habilitação do ambulatório de gestação de alto risco, habilitação dos centros de partos normais em 2017, 13 leitos, habilitação da unidade neonatal, implantação dos leitos cangurus, implantação da central de regulação de leitos.

Protocolos

Os avanços na área foram significativos com a implantação e ampliação de protocolos, como protocolo do pré-natal de alto risco, de regulação da gestante, violência da mulher, protocolo de inserção do DIU, de vasectomia, elaboração para atendimento ao abortamento.

Outra importante expansão das ações de saúde da mulher foram o credenciamento das unidades de saúde, como, o Hospital Raimundo Chaar credenciado em vasectomia e laqueadura tubária, Hospital Ary Rodrigues em laqueadura tubária, Hospital Sansão Gomes em vasectomia, laqueadura tubária e inserção do DIU, que facilitam o acesso das mulheres aos serviços de saúde.


thumb_up