Rondônia - 16 de novembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Santos FC / A primeira vez ninguém esquece

A primeira vez ninguém esquece

Por: Odir Cunha

Amigo e amiga santista, nesta segunda-feira você pode fazer algo inédito em sua carreira de torcedor: ir ao Pacaembu e assistir, a partir das 20 horas, ao jogo entre Santos e Chapecoense, confronto que pode colocar o Alvinegro Praiano no grupo dos seis times que defenderão o Brasil na Copa Libertadores do ano que vem.

“Mas eu já fui ao Pacaembu”, retrucarão alguns dos leitores. Sim, mas a questão é a de que pela primeira vez o Santos enfrentará o brioso time de Santa Catarina no estádio mais tradicional da capital paulista.

O historiador Guilherme Gomez Guarche, do nosso Centro de Memória, informa que até agora os dois times se enfrentaram nove vezes e todas elas pelo Campeonato Brasileiro: cinco delas na Arena Condá, em Chapecó, e quatro na Vila Belmiro, na querida Santos.

O Alvinegro venceu cinco vezes, perdeu duas e empatou duas, marcando 12 gols e sofrendo cinco. As duas derrotas foram na Arena Condá – por 1 a 0 e 2 a 0 – e as vitórias ocorreram em quatro oportunidades na Vila Belmiro – 3 a 0, 3 a 1, 3 a 0 e 1 a 0 – e em uma no campo do adversário, pela vantagem mínima.

No primeiro turno deste ano os times jogaram em Chapecó e empataram sem gols. No segundo turno do ano passado, na mesma Arena Condá, o Santos perdeu por 2 a 0. A última vitória santista, em julho de 2017, ocorreu na Vila Belmiro e foi obtida com um gol solitário e sem ângulo de Vecchio.

Artilheiros santistas do confronto

1 – Ricardo Oliveira, 2 gols.

2 – Rildo de Andrade, Gabriel Barbosa, Diego Cardoso, Bruno Uvini, Rodrigão, Geuvânio, Yuri, Copete, Lucas Lima e Vecchio, 1 gol.