Rondônia - 16 de novembro de 2018
Home / Notícias / Política / Incentivos ao Nordeste não vão atrapalhar a indústria automotiva do Sul, avalia Ana Amelia

Incentivos ao Nordeste não vão atrapalhar a indústria automotiva do Sul, avalia Ana Amelia

A senadora Ana Amélia (PP-RS) acredita que a manutenção dos incentivos já consolidados ao Nordeste não retira a competitividade da produção do setor automotivo das regiões Sul e Sudeste. A parlamentar foi à tribuna do Plenário nesta quarta-feira (8) para opinar sobre a Medida Provisória 843/2018, que concede benefícios fiscais a montadoras de veículos.

Ela destacou que, além da fábrica da General Motors em Gravataí, o Rio Grande do Sul abriga também um centro de distribuição da Toyota em Guaíba, num terreno que seria utilizado pela Ford, que depois acabou indo para a Bahia.

Segundo Ana Amélia, o potencial dos gaúchos pode ser revelado, por exemplo, no setor de máquinas agrícolas, visto que o estado produz 60% do maquinário de implementos de todo o país.

— Encanta-me ouvir dos japoneses, que recentemente visitaram o centro de distribuição da Toyota, o testemunho  de que encontraram lá não só uma mão de obra altamente qualificada, mas um tipo de comprometimento do trabalhador, dos executivos que lá trabalham, com a qualidade, que pode ser nivelada à qualidade que é vista no Japão — afirmou.

A MP 843 foi aprovada pelo Plenário do Senado nesta quinta-feira (8). A proposta cria o Rota 2030, um novo regime tributário para as montadoras de veículos no Brasil com a contrapartida de investimentos em pesquisa e desenvolvimento de produtos e tecnologias. O texto prevê também benefícios específicos para companhias instaladas no Norte e Nordeste.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)