Rondônia - 16 de novembro de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Discurso polêmico de Fernanda Lima no ‘Amor & Sexo’ foi gravado em julho

Discurso polêmico de Fernanda Lima no ‘Amor & Sexo’ foi gravado em julho

A apresentadora Fernanda Lima usou seu perfil no Instagram para comentar a repercussão de seu discurso no programa ‘Amor & Sexo’ que foi ao ar na terça-feira (6) e a levou a bloquear os comentários de suas redes sociais por conta de ataques recebidos.

“Estou recebendo muito amor e com isso renovando minhas energias para seguir a caminhada. É muito importante receber o reconhecimento do papel do ‘Amor & Sexo’ em defesa da igualdade e da diversidade”, afirmou.

Em seguida, fez questão de ressaltar que o programa foi feito meses antes das eleições: “É um trabalho que leva meses para ser desenvolvido, com cada tema pesquisado, escrito e gravado com meses de antecedência. O programa ‘mulher’, que foi ao ar nesta semana, foi gravado em julho.”

Por fim, Fernanda ainda afirmou que sua motivação “é provocar reflexões sobre o papel da mulher na sociedade e como podemos desconstruir as estruturas machistas, homofóbicas e racistas que aprisionam mulheres e homens”. “O amor cura”, finalizou.

View this post on Instagram

Gostaria de agradecer o carinho das pessoas que têm se manifestado positivamente em relação ao programa que foi ao ar na última terça-feira, sobre a mulher. Estou recebendo muito amor e com isso renovando minhas energias para seguir a caminhada. É muito importante receber o reconhecimento do papel de #AmorESexo em defesa da igualdade e da diversidade. É um trabalho que leva meses para ser desenvolvido, com cada tema pesquisado, escrito e gravado com meses de antecedência. O programa mulher, que foi ao ar esta semana, foi gravado em julho, e assim como os outros tem sido preparado com esmero e carinho há meses. Nossa equipe está muito feliz com os debates que o programa #mulher tem gerado, pois a nossa motivação é provocar reflexões sobre o papel da mulher na sociedade e como podemos desconstruir as estruturas machistas, homofóbicas e racistas que aprisionam as mulheres e homens. O amor cura. #CHAMATODOMUNDO #FernandaLima @redeglobo @gshow @antonioamancio

A post shared by Fernanda Lima (@fernandalimaoficial) on Nov 8, 2018 at 7:06am PST

O caso

Na terça-feira, 6, a apresentadora abriu o programa com um discurso incisivo sobre o conservadorismo e prometendo que ‘a revolução está apenas começando’. “Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chama de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca”, disse.

Fernanda Lima foi além e afirmou que nada disso importa: “Se levamos fama, vamos sim deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de forças da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta está apenas começando”, concluiu.

Muitos, no entanto, entenderam que o discurso de Fernanda Lima era contra o presidente eleito Jair Bolsonaro. Diversos internautas – entre eles famosos, como o cantor Eduardo Costa e a blogueira Jaque Khury – criticaram a apresentadora.

Internautas veem indireta para Bolsonaro em discurso de Fernanda Lima

Comente com o Facebook