Rondônia - 11 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Ariquemes / Real Ariquemes reinicia trabalhos visando a Copa São Paulo

Real Ariquemes reinicia trabalhos visando a Copa São Paulo

O Real Ariquemes realizou neste sábado uma coletiva de imprensa para destacar o reinício dos trabalhos da equipe visando a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019. Os treinos da equipe foram retomados na última segunda-feira visando a competição de base.

De acordo com o gerente das categorias de base do Real Ariquemes, João Brustolon, o trabalho de logística está sendo realizado para oferecer as melhores condições aos atletas. “Vamos de avião e estamos correndo atrás das passagens. Essa questão de ir antes é realmente muito importante, porém é um trabalho que estamos desenvolvendo junto a diretoria, pois o foco é todo no Sub-20. Aqui a gente trabalha o mais sério possível para tirar grandes resultados”, destacou o dirigente.

O técnico do Real Ariquemes, André Alexandre, revelou que o clube não contará com cinco jogadores na Copa São Paulo. “O elenco está treinando desde segunda-feira. Do grupo campeão não temos Garbinato, Deivid, o goleiro Matheus, Rafael Ferrasso e Ramon. Chegaram quatro de São Paulo e temos mais o Wellves que não disputou o Sub-20, mas está com a gente”, frisou o treinador.

Para a Copa São Paulo, André Alexandre estuda a possibilidade de mudar a forma de atuar da equipe. “Vamos dar uma mudada na forma de jogar. Temos um grupo forte e um grupo competitivo para o campeonato e temos grandes chances de se fazer um bom torneio”, acrescentou.

Já o diretor executivo do Real Ariquemes, Diego Talim, ressaltou a importância da competição para a visibilidade dos atletas. “É um mercado aberto para compra e venda de jogadores de futebol e a gente está lá. A gente corre esse risco. A gente sabe que o Estado de Rondônia tem bons atletas, mas a gente tem um problema na base que é de investimento. Nessa gestão do presidente Chico Pinheiro e com minha vinda para cá, eu estou colocando muito nesse ponto, porque o produto final acaba sendo influenciado e isso atrapalha até uma futura venda. Não é a questão de talento, mas porque ele não teve uma questão técnica apurada”, explicou.

Diego Talim destacou ainda que o elenco do Real Ariquemes para 2019 deve contar com alguns jogadores da base. “Um plantel profissional com uma folha menor, você tem que revelar, tem que subir os meninos da base. Dentro da nossa análise, nós temos de quatro a seis atletas que podem ser integrados ao elenco profissional que se não tiverem um mercado após a Copa São Paulo, poderão ser aproveitados no profissional”, finalizou.

Fonte:Futebol do Norte