Rondônia - 17 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Sudeste / São Paulo / Foi vítima de fake news? Saiba como checar informações | São Paulo

Foi vítima de fake news? Saiba como checar informações | São Paulo

Atualmente, o volume de informações a que as pessoas são impactadas é tão grande e tão diverso que fica difícil saber quando estamos diante de um fato verídico ou das famosas fake news, como são chamadas as notícias falsas que circulam diariamente na internet e nas redes sociais.

Por exemplo, você acreditaria no título da seguinte notícia? “Pesquisadores afirmam que comer em pé emagrece mais rápido”. De imediato já é uma afirmação que causa desconfiança, mas é sempre importante checar sua veracidade antes de repassar ou tomar qualquer atitude baseada nela.

A internet se constitui um dos principais meios para o acesso às informações do cotidiano. Cada vez mais usamos dispositivos móveis para isso. Segundo pesquisa do Google, 63% das pessoas utilizam celulares e smartphones para se manter informadas.

Diante desse cenário, saber lidar com os conteúdos é importante também para a segurança de dados pessoais. Estima-se que mais de 400 milhões de computadores no mundo foram infectados por vírus, segundo dados de 2014. Também há muita gente que não entende os riscos de vírus para tablets e smartphones – sim, eles podem ser infectados e todos os seus dados podem ser roubados.

Dessa forma, é importante saber como lidar com as informações e agir com cautela ao receber imagens e arquivos. A seguir, apresentamos uma lista de orientações básicas sobre segurança na rede e como utilizar a internet para ficar bem informado sem correr maiores riscos.

Recomendações gerais

Fake news, lenda urbana, boato, desinformação, hoax (“embuste”, numa tradução literal do inglês) ou teoria conspiratória. Há diversas formas que buscam confundir e manipular os leitores desavisados.

Saber a veracidade de uma informação é importante, mas para um usuário de internet mais experiente, há alguns elementos no próprio texto que já indicam que o conteúdo é enganoso. Clique aqui para ver mais detalhes sobre o assunto.