Rondônia - 11 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Rondônia reforça segurança pública com curso de aperfeiçoamento estratégico para policiais, bombeiros e a comunidade

Rondônia reforça segurança pública com curso de aperfeiçoamento estratégico para policiais, bombeiros e a comunidade

Como marco histórico da segurança pública em Rondônia, foi assinado nesta quarta-feira (14) termo de cooperação técnica entre a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Polícias Militar, Civil e Técnico Científica, além do Corpo de Bombeiros, para a realização do curso de aperfeiçoamento em planejamento estratégico, que faz parte de convênio assinado com o Instituto Federal de Educação de Rondônia (Ifro) para especialização Lato Sensu de oficiais (capitães PMs e bombeiros). No ato de assinatura realizado após a solenidade de entrega do pacote de ações para fortalecimento do Instituto de Identificação Civil e Criminal (IICC), em Porto Velho, com a presença do governador Daniel Pereira, o secretário coronel Ronimar Jobim explicou que a proposta é integrar as quatro forças que compõem a segurança pública estadual, com a oferta de 50 vagas, enquanto outras 50 são destinadas à comunidade.

imagem14-11-2018-18-11-12

Termo de cooperação assinado nesta quarta-feira visa aperfeiçoar os agentes da segurança com a participação da comunidade

O curso com modalidade a distância, que será oferecido pelo governo estadual gratuitamente, tem inscrições abertas até o próximo dia 21 pelo e-mail: [email protected] A aula inaugural está prevista para o dia 23, em local ainda a ser definido.

“Este curso, que terá duração de seis meses, é uma das diretrizes do Planejamento Estratégico da Segurança Pública elaborado nos meses de agosto e setembro, para o período de 2018 a 2030, alinhado ao Desenvolvimento Estadual Sustentável (PDES)”, disse o diretor executivo da Sesdec Thiago Campos, ressaltando que o convênio com o Ifro prevê investimento de R$ 298 mil.

Das 50 vagas destinadas aos servidores da segurança, Campos disse que 35 são para Polícia Militar, 5 para a Polícia Civil, 5 para o Corpo de Bombeiro e 5 para a Polícia Técnica. A comunidade terá acesso através de processo seletivo realizado pelo Ifro.

Conforme o secretário Jobim, o curso é importante porque não se pode ficar apenas no planejamento. “É necessário o fomento à execução e avaliações”, citou, observando que a comunidade dará sua contribuição à segurança pública com a produção acadêmica, enquanto para os policiais o curso servirá para o aperfeiçoamento.

Ainda de acordo com Thiago Campos, a partir do convênio com o Ifro, foi celebrado termo de cooperação entre o Comando Geral da PM e a Escola de Governo para o aperfeiçoamento dos oficiais capitães ao exercício de funções estratégicas.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (69) 2182 3818.