Rondônia - 11 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Vasco da Gama / Bolsonaro ainda avalia se irá a Vasco x Palmeiras em São Januário; equipe de segurança desaconselha

Bolsonaro ainda avalia se irá a Vasco x Palmeiras em São Januário; equipe de segurança desaconselha

Torcedor do Palmeiras , o presidente eleito, Jair Bolsonaro , avalia ir no domingo a São Januário, onde o líder do campeonato enfrentará o Vasco. Apesar da vontade do vencedor da última disputa presidencial, a equipe de segurança ainda tenta demovê-lo da ideia, lembrando os riscos envolvidos em uma operação desse tipo. Na agenda distribuída por assessores, a ida ao estádio aparece com o status de “a confirmar”.

Desde que sofreu o atentado a faca em Juiz de Fora (MG), em 6 de setembro, Bolsonaro redobrou os cuidados com a segurança e recebeu reforço na escolta. Nos deslocamentos, está sempre com colete à prova de balas. Além disso, o presidente eleito ainda está com uma bolsa de colostomia em função dos danos provocados pela facada. A bolsa será retirada em uma cirurgia no próximo dia 12. No último sábado, Bolsonaro foi a um campeonato de jiu-jítsu no Rio.

Não bastasse a tensão inerente a um jogo de futebol, a partida de domingo ainda guarda ingredientes particulares, já que o Vasco luta contra o rebaixamento, enquanto o Palmeiras, a depender dos resultados da próxima rodada, poderá conquistar o título justamente no domingo. Em outras ocasiões, Bolsonaro já foi a São Januário, acompanhado de um dos filhos, o senador eleito e vascaíno Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Em outro momento, ainda durante a campanha, o presidente eleito cogitou ir a um estádio. Seria na noite de sábado, 8 de setembro, em que o Flamengo derrotou a Chapecoense por 2 a 0. Dois dias antes, no entanto, Bolsonaro levou a facada, o que o deixou hospitalizado por 22 dias.

Jair Bolsonaro em um campeonato de jiu-jítsu na Barra

Fonte: O Globo Online