Rondônia - 18 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Água e Esgoto – Caerd promove mutirão de fiscalização e parcelamento de dívidas em Ji-Paraná – Rondônia

Água e Esgoto – Caerd promove mutirão de fiscalização e parcelamento de dívidas em Ji-Paraná – Rondônia

A Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) inicia na segunda-feira (10) em Ji-Paraná um mutirão de fiscalizações, cortes e parcelamento de débitos, após a realização de um amplo programa de recuperação de créditos de dívidas de clientes. A meta é identificar os usuários que estão fora do faturamento da empresa.

O trabalho será coordenado pela chefe de divisão regional da empresa em Ji Paraná, Leidiane Vitoriano. Segundo ela, são milhares de usuários em débito ou que fraudam o sistema de distribuição de água com a auto religação. “Essa conduta do usuário (auto religação) tipifica crime de fraude e é responsável por um prejuízo gradativo da empresa”, explica Vitoriano.

imagem07-12-2018-13-12-21

Furto de água tratada traz prejuízo aos investimentos em abastecimento

Leidiane esclarece que o problema da fraude no serviço de distribuição não é uma situação localizada de Ji Paraná e, por isso, o mesmo mutirão vai se estender também em Porto Velho e por todo interior do estado sem perder de vista os benefícios da negociação que prevê um desconto de até 100% do valor dos juros e multas.

Pelo programa da Caerd, o usuário pagará somente pelo consumo. O saldo devedor do cliente ficará isento de qualquer multa ou juros ao proceder ao pagamento à vista. Dependendo do valor, o cliente pode pagar com uma entrada mínima de 10% do débito total e dividir o restante em até 12 vezes sem juros.

O cliente que necessitar de prazo maior no parcelamento terá oportunidade de negociar o débito em até 90 parcelas, nesse caso será cobrado os juros praticados no mercado.

Vitoriano chegou a apelar aos clientes da Caerd em débito, informando que o objetivo do mutirão não é simplesmente autuar os usuários com algum tipo de conduta imprópria, mas de sensibilizá-los da importância do resgate desses créditos para a companhia.

“A arrecadação é que dá o suporte aos serviços de manutenção e ampliação das estações de tratamento de água (ETA) e o cidadão usuário deve ter a consciência deste fato para que assim possamos ter uma rotina de prestação de serviços cada vez melhor”, disse.

Leia mais:

Inaugurado sistema que garante 100% de abastecimento de água tratada no distrito de Vista Alegre do Abunã