Rondônia - 15 de fevereiro de 2019
Home / Notícias / Centro-Oeste / Distrito Federal / GDF avança nas negociações com o Sinpro – Brasília

GDF avança nas negociações com o Sinpro – Brasília

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, sentou-se à mesa com os secretários de Educação, Rafael Parente, e da Fazenda, André Clemente, e representantes do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF), hoje pela manhã, no Palácio do Buriti, para mais uma rodada de negociação. Na pauta, questões salariais, plano de saúde, nomeações, entre outras.

“Eu quis avançar na pauta da categoria, da sociedade, que é a melhoria da educação do Distrito Federal. Os tempos mudaram, o diálogo será permanente com todas as categorias, priorizando sempre Saúde, Segurança e Educação”, afirmou o governador.

O GDF estuda a possibilidade de pagar em até 90 dias a pecúnia de servidores aposentados entre 7 de julho e 31 de dezembro de 2016 que ainda não receberam o benefício. De acordo com a Lei Complementar 840/11, servidores da educação com assiduidade comprovada têm direito a três meses de licença prêmio a cada cinco anos trabalhados.

Com a carência de servidores para a substituição de ausentes, o benefício ficou suspenso. Os profissionais que não gozaram do benefício e se aposentaram têm o direito de receber o período não licenciado em dinheiro.

O governador se propôs a abrir novas reuniões com representantes da categoria para a discussão de um novo calendário de pagamentos da pecúnia de aposentadorias de 2017 e 2018. “Já avançamos em alguns pontos e isso é muito bom. O que é importante é que o governador reconheceu essa dívida acumulada ao longo dos últimos governos e sinalizou a abertura para novas negociações”, afirmou Rosilene Corrêa, diretora do Sinpro-DF.

Os representantes dos servidores da Educação também solicitaram o pagamento da sexta e última parcela do reajuste salarial da categoria de 3,7%. O governador Ibaneis estuda quitar a parcela restante até setembro de 2019. Sobre o plano de saúde dos servidores, de acordo com o chefe do Executivo, os estudos estão avançados em conversas com a Geap. O governador garantiu ainda que em breve anunciará nomeações para a Educação.

Os sindicalistas ficaram de analisar as propostas colocadas na mesa de negociação e nova reunião será marcada para acertar os detalhes, como prazos e valores.