fbpx
24 C
Porto Velho
terça-feira, 16 julho 2019, 04:18
Governo de Rondônia
Site de apostas
Site de apostas

Comprometida com a mudança, Letícia Aguiar faz campanha para eleger Janaína Paschoal Presidente da Assembleia Legislativa e evitar conluio entre PSDB e PT

Há pouco mais de 30 dias para sua posse e também para a eleição do novo Presidente da ALESP (Assembleia Legislativa de São Paulo), a Deputada Letícia Aguiar (PSL), juntamente com seus colegas deputados estaduais eleitos pelo PSL, se reuniu nesta segunda-feira (11) com o presidente do partido para fechar questão sobre a candidatura de Janaína Paschoal à presidência do legislativo paulista.

Para isso, os 15 deputados da bancada decidiram se articular em busca de apoio de outros deputados comprometidos com a mudança e a “nova política”, dispostos a quebrar o “Establishment” e impedir a hegemonia do PSDB e do PT que impera há mais de 20 anos dentro da ALESP.

Os eleitos buscam conquistar votos na base do convencimento pessoal, a Deputada Estadual Letícia Aguiar (PSL), de São José dos Campos, disse que a ideia é conversar com deputados de outras legendas, que apoiaram o Presidente Bolsonaro e se declararam a favor de uma nova política: “Chegou a hora para que estes deputados confirmem e mostrem para seus eleitores que vão seguir um caminho diferente daqueles que há mais de duas décadas comandam a Assembleia Legislativa”, declarou.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais e em companhia de todos os deputados da bancada, o Presidente do PSL paulista, Senador Major Olímpio, anunciou que a Deputada Janaína Paschoal é oficialmente candidata à presidência da ALESP e declarou que o partido poderá lançar candidatos a todos os cargos da mesa diretora.

“A Assembleia Legislativa não pode continuar a ser um puxadinho do Palácio dos Bandeirantes e a mudança comportamental disso virá pelas mãos da bancada do PSL que vem a público convidar os deputados de outros partidos a dizerem “NÃO” para a tríade macabra que vem presidindo a Assembleia Legislativa há mais 24 anos, agora é o momento em que o PSDB se une ao PT”.

Para a Deputada Estadual Letícia Aguiar do PSL é preciso quebrar esse “combinado” entre PT e PSDB: “Não é possível aceitar que a cada quatro anos a presidência da casa fique com os Tucanos e a 1ª Secretaria com os Lulo-petistas. Buscarei apoio à candidatura de Janaína Paschoal para mudar a história da ALESP”, disse.

A Deputada Janaína Paschoal já havia reivindicado o cargo nas redes sociais logo depois do primeiro turno das eleições, quando ela garantiu uma vaga na Alesp com a maior votação da história de uma deputada estadual, acima de 2 milhões de votos.

BANCADAS: O PSL, que não tinha nenhum deputado, agora está com a maior bancada da casa, 15 deputados. O PT perdeu quatro vagas mas continua com a segunda maior bancada, 10. O PSB também perdeu espaço, mas continua na terceira colocação com 8 representantes. Tinha 11.

Já o PSDB que até a gestão passada tinha o maior número de deputados estaduais, perdeu mais da metade das cadeiras passou de 19 para apenas 8 deputados. 

Últimas notícias: