fbpx
30 C
Porto Velho
quinta-feira, 25 abril 2019, 11:51

Pré-carnaval anima foliões com segurança – Brasília

Milhares de pessoas saíram às ruas de Brasília para festejar o pré-carnaval neste final de semana. A folia aconteceu em diversos pontos da capital e levou diversão para públicos de todas as idades, com reforço na segurança. Mais de mil policiais militares foram destacados para o patrulhamento ostensivo em diversos pontos da festa.




No sábado, nem o tempo chuvoso tirou o ânimo dos foliões. Logo pela manhã, a criançada curtiu, embalados pelos blocos Calango Careta e Suvaquinho. À tarde, na Funarte, a festa ficou por conta do Suvaco da Asa, uma das atrações mais tradicionais e queridas pelos brasilienses. Ao som de muito frevo, o bloco homenageou o grupo pernambucano Marafreboi.

Famílias marcaram presença não apenas no desfile infantil, mas também à tarde, com a versão adulta do bloco. Os servidores Robson Aguiar e Evilânia Soares se revezavam dançando com o filho Murilo, de um ano. “É a primeira vez que ele (a criança) vem. Aprovamos o Local de fácil acesso e estamos nos sentindo bem seguros”, disse o pai.

O carnaval da segurança e do conforto estreiou também como carnaval do respeito. As amigas Clara, Isabela, Camila, Luana e Priscila, de 17 anos, disseram que estavam se sentindo à vontade para curtir a festa. “Está melhor que no ano passado”, atestou Clara.

Acessibilidade também ganhou a aprovação da cadeirante Maria Clara Gouveia, 14 anos, acompanhada da mãe Rosemary. “Aqui têm as ciclovias que me ajudam. O que atrapalha muito (a locomoção) é a grama”.

Ainda no sábado, no Setor Comercial Sul, a festa foi da diversidade. O Canteiro Central recebeu o “Samba Urgente”, que animou foliões com muito samba. A estrutura montada no local com tendas, banheiros e opções de alimentação permitiu que o público curtisse a festa abrigada da chuva e com conforto.

Já o “Vai Com As Profanas” fez todos dançarem na praça central do SCS com ritmos diversos como funk, pagode e axé. O bloco, que adotou a proposta de folia com respeito, fez campanha de conscientização em relação ao respeito às outras pessoas.

Ontem, a folia continuou com tranquilidade. Três blocos de diferentes estilos levaram alegria, respeito e animação aos foliões. A banda “Maria Vaicasoutras” comandou o bloco na 201 norte, que alegrou foliões mais experientes e os pequeninos também. O grupo formado por 31 mulheres abriu a festa animando o público infantil.

Os adultos acompanharam a folia no trio elétrico.Além de boa música, o grupo se preocupou em conscientizar as pessoas sobre o respeito ao próximo e ao espaço público com campanhas como “não é não” e “lixo no lixo”. Segundo a coordenadora do bloco, Zilda Pessoa, isso é essencial para garantir a qualidade do evento. “O diálogo aberto do governo com os blocos foi muito importante. A equipe sempre esteve disponível para nos ajudar e esclarecer todos os pontos do edital”, disse.

Celebrando a diversidade, o Bloco do Amor animou milhares de pessoas na via S2 ao som de axé e hits da música popular brasileira. O público que acompanhou o trio elétrico destacou a organização da festa. Frequentador do bloco em anos anteriores, o biólogo e estudante de publicidade Victor Santos aprovou a segurança do evento. “Esta edição está muito melhor. A esta está bem tranquila e organizada”.

Os amantes do rock também curtiram o pré-carnaval no domingo. “System Safadown” levou ao Setor Comercial Sul clássicos do rock nacional com batidas de frevo, samba e maracatu. A primeira edição do evento agradou a pedagoga Gabi Almeida. Segundo ela, a proposta do evento é inovadora, pois oferece ao público alternativas aos programas típicos carnavalescos. “A realização de eventos em espaços abertos e de fácil acesso onde todos podem entrar e se divertir é muito boa”, comentou.

Segurança e organização

O sucesso do pré-carnaval é resultado de um reforço grande na organização e policiamento. Mais de mil policiais militares reforçaram o patrulhamento. No sábado, os foliões também contaram com o apoio de 40 brigadistas, três ambulâncias e o apoio de mais de 30 viaturas. A estrutura contava ainda com efetivos do Corpo de Bombeiros.

O DF Legal atuou na organização dos ambulantes. Reboques, caixeiros e barracas foram deslocados para as laterais dos blocos com objetivo de facilitar o trânsito dos foliões. Não houve registros de ocorrências policiais.

*Com informações da Secult, SSP e DF Legal

Últimas notícias: