fbpx
30 C
Porto Velho
quinta-feira, 25 abril 2019, 12:18

Restaurantes comunitários promovem eventos de educação alimentar para a clientela – Brasília

Os 14 restaurantes comunitários do Distrito Federal participarão, na próxima quarta-feira (20), de uma atividade de educação alimentar e nutricional, com o tema “O direito humano à alimentação adequada”. O evento é voltado para os clientes, ficando a exposição a cargo das equipes das unidades, que também vão distribuir material explicativo ao público.




A ação envolve nutricionistas, técnicas nutricionais e estagiários de nutrição. As orientações serão dadas durante o funcionamento dos restaurantes, das 11h às 14h, e abrangem tópicos relativos à alimentação saudável apropriada para cada fase da vida, respeitando os hábitos regionais, culturais e sustentáveis de cada pessoa. Os encontros foram marcados no horário do almoço para aproveitar o grande fluxo de pessoas nas unidades.

“É obrigação do Estado promover políticas públicas que garantam o direito à alimentação de toda a sua população”, destaca a subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Desenvolvimento Social, Wanderlea Benício. “Temos pela frente desafios a serem enfrentados, como a falta de informações por parte da população. Essa ação visa justamente isso: levar conhecimento para que o cidadão possa saber como desfrutar de uma vida mais saudável”.

 Cardápios

Nos 14 restaurantes comunitários, são comercializadas diariamente cerca de 15 mil refeições. “Todos os cardápios são montados por nutricionistas qualificadas e com uma visão voltada para uma alimentação adequada, com uso de temperos naturais, legumes e proteínas”, assegura Wanderlea Benício.

Há um prato principal, uma bebida e uma sobremesa, custam R$ 2 para o público em geral. Já os beneficiários do Cadastro Único pagam a tarifa reduzida no valor de R$ 1 por pessoa.  Para se inscrever no CadÚnico é preciso ter renda familiar mensal de até R$ 2.994 (o equivalente a três salários mínimos) ou de até R$ 499 per capita. Basta ligar para o telefone 156 e marcar atendimento em um dos centros de referência de assistência social (Cras).

Os restaurantes de Brazlândia, do Paranoá e do Sol Nascente servem também café da manhã por R$ 0,50. O cardápio oferece opções café, leite ou pingado, pão com manteiga, bolo, achocolatado e uma fruta da época.

 

* Com informações da Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Desenvolvimento Social

Últimas notícias: