fbpx
25 C
Porto Velho
sexta-feira, 15 novembro 2019, 22:03
Site de apostas
Site de apostas
Site de apostas

Romera pede recuperação judicial e é mais uma rede a declarar crise financeira

Mais uma empresa que tem representação no Acre apresenta risco de fechar lojas por conta da crise financeira, desta vez é a rede Romera, que atua no mercado de eletromóveis e tem 22 lojas no Estado.

Os trabalhadores da empresa no Acre afirmam que não receberam nenhuma notificação sobre um possível fechamento das lojas na região. Mas, confirma a crise financeira.

“Sabemos que a rede está com RJ [Recuperação Judicial] e isso ocorre quando há problemas financeiros. Contudo, ninguém nos informou sobre encerramento de atividades no Estado”, disse um trabalhador que integra o quadro de funcionários da rede no Acre.

Pedido de Recuperação Judicial

Em 2018, a rede de lojas, com sede em Arapongas, no Paraná, entrou com pedido de recuperação judicial após acumular dívidas de R$ 130 milhões, valor distribuído entre fornecedores, bancos e funcionários.

Atual responsável pela administração da rede Romera, o empresário Walter Nicolau Filho, adquiriu a empresa em março de 2018. Dois meses depois da aquisição, Walter Júnior protocolou, na 2ª Vara de Arapongas, (PR) o pedido de recuperação judicial da rede.

Desde que começou a administrar a Romera, o Walter Júnior tomou algumas medidas como o encerrar as atividades da fábrica da rede, reduziu o número de lojas e fez corte de pessoal. Com as mudanças, o empresário estimava economizar cerca de R$ 2 milhões mensalmente.

Atualmente, a Romera tem 2,3 mil funcionários distribuídos nas 160 lojas instaladas nos Estados do Paraná, Acre, Rondônia Pará, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Últimas notícias: