30.4 C
Ariquemes
domingo, 24 março 2019, 12:18

Governo de Rondônia participa pela segunda vez da Feira Intermodal South América em São Paulo

imagem11-03-2019-17-03-34

Em 2018, o estande do Porto Público de Porto Velho foi consolidado na feira internacional em São Paulo




 

Pelo segundo ano consecutivo o Governo de Rondônia participará da Feira Intermodal South América, que em sua 25ª edição reúne no espaço São Paulo Expo (SP) mais de 400 marcas nacionais e internacionais de mais de 22 países de todos os modais em 29 mil metros quadrados (m²) de exposição e fornecedores focados em soluções de logística, transporte de cargas e comércio exterior. A Feira acontecerá nos dias 19 a 21 deste mês.

Na comitiva intermediada pela Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura de Rondônia (Sedi) estarão representantes do Porto Público de Porto Velho – Sociedade de Portos e Hidrovias de Rondônia (Soph) e da Superintendência Estadual de Turismo (Setur).

A técnica de Comércio Exterior da Sedi, Alisângela Lima, explica que esta é a terceira ida da equipe da superintendência ao evento. “A feira é extremamente positiva para o Porto. Quando participamos, no ano passado, foi pela necessidade de apresentar uma nova rota para todos que participam da Intermodal. Antes, em 2017, nós já havíamos ido como prospectores, para conhecer a feira, e em 2018 o estande foi consolidado”, conta.

Anderson Fernandes, também técnico de Comércio Exterior da Sedi, diz que “a Intermodal é a maior feira de logística da América Latina e, não só para o Porto, o evento abre um leque de oportunidades de diferentes mercados que podem estimular o crescimento das nossas exportações”. A Soph, segundo o técnico, tem toda a estrutura e possibilidade de ‘abraçar’ novos negócios, e na feira serão apresentadas todas essas vantagens, além da logística operacional que já é executada no Porto.

“A Intermodal é a maior feira de logística da América Latina e, não só para o Porto, o evento abre um leque de oportunidades de diferentes mercados que podem estimular o crescimento das nossas exportações”, diz Anderson Fernandes, técnico de Comércio Exterior

Alisângela enfatiza o atrativo que Rondônia tem para oferecer nesse modo de serviço. “A Sedi faz o papel de fomentar e apoiar as possibilidades que temos, e o Porto Público de Porto Velho tem um grande atrativo que é a localização estratégica, mais rápida e barata, e isso chama a atenção dos empresários. O Porto é todo organizado e alfandegado, com tudo pronto e conexão através do nosso transporte fluvial com grandes empresas de cabotagem em Manaus, com um custo bem menor”.

Segundo Anderson, um produto que levava 120 dias para chegar até a Ásia, pela nova rota leva em torno de 35 dias. “Menor custo, velocidade de entrega e, óbvio, economia girando”. Considerando que no evento é possível conhecer as novidades no mercado mundial, Alisângela inclui o crescimento do Porto de Porto Velho em termos de serviços. “Depois do ano passado, a Soph já teve que avançar com melhorias e, assim, vai se transformando em um forte modal para o Estado”, acrescenta.

imagem11-03-2019-17-03-37

Os técnicos da Sedi falam da importância da feira

NOVIDADES 

A expectativa da Sedi para 2019 é otimista quanto ao crescimento das exportações de produtos rondonienses. “A carne já está saindo desde 2018 pela Estrada do Pacífico, temos a soja também que tem ‘o caminho’ aberto e já faz suas negociações, o café especial está começando, e por se tratar de um café de produção tímida ainda devido à qualidade e diferença no trato, mas acreditamos no fortalecimento e crescimento dessas transações”, diz Alisângela.

Para a carne, Anderson revela que o Porto Público já está se adequando para fazer o transporte para exportação. “A câmera fria para a carne e outros frios já está sendo providenciada para que esses produtos passem a ser levados também pelo transporte fluvial”.

Há ainda a perspectiva de exportação de madeira boliviana através do Brasil. “Com o problema entre a Bolívia e o Chile, existe a possibilidade de Rondônia ser a saída dessa matéria prima do país vizinho para o mundo. Até o ano que vem também teremos o algodão saindo pelo Porto, com produção rondoniense”.

TURISMO

Aproveitando a oportunidade da feira, representantes da Setur irão mostrar o potencial do Turismo no estado, com o projeto Porto Velho Sport Fishing, promovendo a pesca esportiva como um dos principais atrativos turísticos de Rondônia. “Em cada estande agora que a gente montar fora do estado vamos levar sempre a Setur para incentivar o setor”. Os técnicos da Sedi levarão convites da Rondônia Rural Show, que é carro-chefe do Estado, para atrair ainda mais investidores para a maior feira de tecnologias e agronegócios da região Norte.

Leia Mais:

 Diretriz da nova gestão é atrair mais investidores para Rondônia, diz superintendente da Sedi

 Porto Público sedia lançamento do projeto Porto Velho Sport Fishing

Últimas notícias: