fbpx
25 C
Porto Velho
sábado, 25 maio 2019, 22:11

Eterno ídolo Coutinho será homenageado no jogo desta sexta (15)

A primeira partida do Santos FC, após o falecimento do ídolo Coutinho, terá homenagens dignas ao maior artilheiro da história do Peixe e maior parceiro de campo do Rei Pelé. Antônio Wilson Vieira Honório, eterno camisa 9 do Santos FC, morreu aos 75 anos, em casa, na última segunda (11).




No jogo contra o Novorizontino desta sexta-feira (15), no Pacaembu, os atletas entrarão em campo com o rosto de Coutinho estampado na frente e o nome do ídolo nas costas da camisa. Além disso, os jogadores colocarão uma faixa branca no braço, já que o camisa 9 jogava desta forma para se diferenciar do camisa 10, seu companheiro Pelé.

Também haverá um minuto de silêncio para o ídolo, para as vítimas do massacre na escola, em Suzano, entre elas, Kaio Lucas da Costa Limeira, que era torcedor do Santos FC, e para Alexandre Nogueira de Araujo, ex-presidente da Torcida Jovem. Faltando 15 minutos para a partida começar, dois membros do Comitê de Gestão entregarão também uma placa à família de Coutinho no meio do gramado do Pacaembu.

Coutinho nasceu no dia 11 de junho de 1943, em Piracicaba, e fez história no Santos FC. Ele conquistou seis títulos paulistas, cinco brasileiros, duas Libertadores e Mundiais de Clubes pelo Santos FC. Com a Seleção Brasileira, o craque foi campeão mundial em 1962.

Últimas notícias: