fbpx
25 C
Porto Velho
quinta-feira, 25 abril 2019, 08:48

Maranhão irá colaborar com o FNDE para gestão de recursos nos municípios – Maranhão

imagem15-04-2019-20-04-17

imagem15-04-2019-20-04-18

Secretário Felipe Camarão e equipe da Seduc com o presidente do FNDE




A gestão estratégica financeira da educação, com a colaboração Estado, União e municípios do Maranhão, foi o principal tema da reunião que ocorreu, nesta segunda-feira (15), em São Luís, com a participação do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Carlos Alberto Decotelli; do secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão, da equipe de auxiliares da Seduc, e do reitor do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), Jhonatan Almada.

De acordo com o presidente da autarquia federal, há um montante de recursos com os municípios que ainda não foram utilizados e a presença do Estado será fundamental para trabalhar junto aos municípios a gestão desses recursos. Decotelli pediu a ajuda do Governo do Maranhão no sentido de orientar os municípios. “O trabalho junto com os gestores da educação do Maranhão é fundamental para zerar esse saldo e utilizar esses recursos disponíveis”, destacou.

O secretário Felipe Camarão ressaltou a importância da atitude do FNDE em buscar a gestão dos estados para colaborar com a utilização adequada dos recursos. “Agradecemos o presidente pela visita e humilde atitude de vir ao Maranhão buscar ajuda. Passaremos as informações aos municípios, por meio da Assessoria de Regime de Colaboração, tendo em vista que, em meio ao cenário de crise financeira, não se pode deixar de executar recursos. Além disso, o governador Flávio Dino tem como prioridade a educação como vetor de desenvolvimento do estado”, apontou.

Carlos Alberto Decotelli, também, colocou à disposição do Estado a equipe técnica da autarquia para realização de um seminário com os prefeitos e dirigentes municipais de educação, bem como a ida dos gestores maranhenses à Brasília para um dia de imersão no FNDE.

Para o  reitor do IEMA, Jhonatan Almada, o encontro foi de grande importância para discutir os rumos de desenvolvimento da educação do Maranhão e do Brasil. “A reunião muito significativa, pois nós pudemos ter a visão do órgão nessa nova gestão que irá priorizar a gestão estratégica e financeira aplicada a educação para que os recursos que já estão disponíveis possam de fato, serem aplicados com mais cuidado e eficiência. Por outro lado, o presidente do FNDE nos ofereceu apoio de financiamento de projetos que contemplem essa visão estratégica para o desenvolvimento do Brasil”, contou.

Publicação

O Estado do Maranhão contribuirá com o FNDE em uma publicação sobre a gestão estratégica financeira para a educação nos estados brasileiros. Na obra, que será impressa pela Casa da Moeda do Brasil, cada estado discorrerá sobre sua percepção da gestão financeira. Após a produção do livro prevista para o mês de junho, serão distribuídos dois exemplares para cada município e, também, aos parlamentares.

“É uma medida inédita no Brasil falar sobre vários aspectos da gestão educacional começando pela gestão estratégica e financeira, um tema muito pouco estudado no Brasil. Há muitos recursos parados em todo território nacional e debater com profundidade, de maneira científica e acadêmica é inédito, e nós vamos contribuir com esse estudo falando do caso aqui do Maranhão”, destacou Camarão.

“A educação deverá ser sempre o caminho mais curto entre pensar sonhos e realizá-los, com melhor benefício para a sociedade, com melhor benefício para toda cidadania. Há um outro aspecto é que o FNDE também procura dialogar. O FNDE, ao dialogar, ele quer aprender, quer fazer autocrítica, quer orientar e quer disponibilizar os meios tecnológicos e os meios da qualificação do capital humano, do excelente capital humano do FNDE, para que a educação brasileira tenha a condição de cumprir com o seu compromisso constitucional de dotar cada brasileiro de um meio para se tornar mais útil para a sociedade e útil para si próprio na construção de um Brasil desenvolvido e de melhor qualidade”, ressaltou o presidente do FNDE.

Participaram da reunião a secretária adjunta de Ensino da Seduc, Nádia Dutra; o secretário adjunto de Suporte ao Sistema Educacional, Anderson Lindoso; e também p secretário adjunto de Educação Profissional e Tecnológica, André Bello, além de representantes do FNDE.

Comentários

Comentários

Últimas notícias: