fbpx
24.7 C
Porto Velho
sexta-feira, 24 maio 2019, 09:03

Governo do Estado investe na construção de piscinões na Grande SP | São Paulo

Por meio do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), o Governo Paulista tem investido, desde a década de 1990, na construção de piscinões para amenizar as cheias na Região Metropolitana de São Paulo.




Ao todo, já foram aplicados recursos da ordem de R$ 920 milhões na construção de 33 piscinões localizados nas bacias do Alto Tietê, Pirajuçara, Ribeirão Vermelho, Juquery e Rio Tietê.

Vale destacar que os reservatórios existentes armazenam juntos 6,7 milhões de m³, o equivalente a 2.680 piscinas olímpicas. Também está prevista a implantação de quatro novos piscinões: Jaboticabal, com a retomada anunciada em 14 de março deste ano; EU-08 e EU-09, no Ribeirão Eusébio; e RBA-05, no Rio Baquirivu.

Juntos, eles possuem a capacidade prevista de 1,8 milhões m³, o que equivale a 720 piscinas olímpicas. Após a construção de um piscinão, a administração e manutenção passa para a respectiva prefeitura onde foi construído.

Manutenção

Desde 2008, o DAEE identificou a necessidade de auxiliar algumas administrações municipais para a limpeza e manutenção dos reservatórios e, desde então, tem investido R$ 265 milhões nos serviços e desassoreados 1.8 milhões de m³.

Atualmente, o órgão realiza os trabalhos de 25 piscinões da Grande São Paulo, com investimento de R$ 45,1 milhões. Os trabalhos incluem: remoção de 214 mil metros cúbicos de sedimentos depositados no fundo dos piscinões; manutenção de bombas e equipamentos eletromecânicos, com substituição de onze bombas danificadas; remoção de lixo nas grades de entrada e saída dos piscinões; capina de mato na área dos reservatórios e serviço de vigilância e operação de bombas e comportas.

Gestão

O DAEE é responsável pela gestão dos recursos hídricos do Estado. Para desenvolver as atividades e exercer as atribuições conferidas por lei, o órgão atua de maneira descentralizada no atendimento aos municípios, usuários e cidadãos.

O departamento também executa a Política de Recursos Hídricos de São Paulo, bem como coordena o Sistema Integrado de Gestão de Recursos Hídricos, nos termos da Lei 7.663/91, adotando as bacias hidrográficas como unidade físico-territorial de planejamento e gerenciamento. Além disso, os serviços prestados aos municípios, pelo DAEE, são gratuitos.

Últimas notícias: