fbpx
35 C
Porto Velho
segunda-feira, 19 agosto 2019, 16:56
Site de apostas
Site de apostas
Site de apostas

Sebrae promove curso de moda para empreendedores

O Sebrae promoveu, nesta quarta-feira (24), um curso compacto de moda para empreendedores que desejam expandir o alcance de seus negócios. A editora-chefe do portal FFW e revista FFWMAG Camila Yahn contou um pouco da história da moda para os empreendedores do mundo fashion. O curso aconteceu no Centro Nacional de Referência em Empreendedorismo, Tecnologia e Economia Criativa do Sebrae, que conta também com um espaço de co-working.




Além de abordar a trajetória dos principais nomes da história da moda, como Coco Chanel e Christian Dior, o curso também focou em como o jeito de fazer moda está mudando. Nesse quesito, entram novos estilistas que fogem do tradicional e trazem inspirações que vão além do vestuário, como a questão da sustentabilidade, do consumo consciente e da preocupação em coibir o trabalho escravo. Camila ressaltou que um dos aspectos importantes que os empreendedores precisam levar em conta é o see now buy now (veja agora e compre agora, em tradução livre). Antes, uma marca apresentava peças em um desfile, mas elas só chegavam ao consumidor final depois de quatro ou seis meses. Atualmente, segundo a editora, essa estratégia já não funciona mais. Camila ressalta que em decorrência do imediatismo que as redes sociais trouxeram, quem quer fazer negócio já tem de oferecer as peças apresentadas na campanha imediatamente ao consumidor. De acordo com ela, meses depois de um desfile, são poucas as pessoas que vão recordar os modelos e tentar efetuar a compra.

Outro ponto abordado no curso foi o uso do Instagram como ferramenta para alavancar as vendas, uma nova plataforma para criação, comunicação e negócios. Um perfil bem-feito, com cuidado e edição, ajuda a marca a se posicionar de forma exclusiva no mercado. Para Renan Intra, co-fundador e diretor criativo da Onland, marca capixaba de moda masculina, o curso trouxe novas visões para o negócio. “O Sebrae está sempre fomentando e apoiando o empreendedorismo. Com essa palestra, notamos como a moda mudou e como precisamos nos adaptar para estarmos sempre no cenário e, claro, converter isso em vendas”, destacou Renan.

Aline Andrade, fundadora da Hula Hula, marca capixaba de moda praia que entrou no mercado há sete anos, considerou que o curso a ajudou a estimular a criatividade. “É um crescimento também em relação ao empreendedorismo, de poder usar as dicas daqui dentro da minha marca”, diz. Aline transformou um história negativa em um case de sucesso. A Hula Hula surgiu depois que a escola de surf do marido da empresária foi assaltada. Com todos os equipamentos roubados, ele não teve como dar continuidade a projetos sociais que eram desenvolvidos com crianças em situação de vulnerabilidade. Assim, Aline, que produzia vestidos de noiva em crochê, resolveu criar a marca de moda praia para aproximar o marido – que estava com depressão em decorrência do evento – do surf novamente. A marca começou focando apenas no atacado mas, quando se aproximou do Sebrae, expandiu o negócio para o varejo. “O Sebrae nos ajudou muito nessa visão”, ressalta.

 

Últimas notícias: