fbpx
29 C
Porto Velho
quinta-feira, 23 maio 2019, 13:29

Sebrae debate sustentabilidade, educação empreendedora e design de cursos na Bett Educar 2019

O pequeno negócio contribui ativamente para tornar o Brasil um país mais sustentável. Este foi um dos temas apresentados na palestra sobre a educação do futuro, realizada no Espaço do Sebrae, na Bett Educação 2019. A gerente de Educação e Empreendedorismo no Sebrae de Minas Gerais, Fabiana Pinho, falou sobre o tema junto com Suenia Sousa, gerente do Centro Sebrae de Sustentabilidade. Segundo Fabiana, com as transformações geradas pela tecnologia, a educação de hoje precisa ensinar habilidades diferentes aos jovens. “O jovem precisa ter as chamadas soft skill, aquelas habilidades que não podem ser aprendidas por máquinas, como relacionamento interpessoal e resolução de problemas”. Pinho ainda afirma que empreendedorismo e educação podem cumprir este papel: “a educação empreendedora conecta os estudantes a essas habilidades”. Para discutir e fomentar os pontos de convergência entre as duas áreas existe o programa “Educação Empreendedora Sebrae”, que capacita professores para fomentarem a cultura empreendedora nas escolas.




No campo da sustentabilidade, as pesquisas realizadas pelo Sebrae apontam a importância do pequeno negócio para tornar o país mais sustentável. “O pequeno negócio traz grandes contribuições para o Brasil atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, afirmou Suenia Sousa. Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são um conjunto de 17 metas globais estabelecidas pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Suenia é responsável pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade, uma referência nacional em sustentabilidade para pequenos negócios, que já recebeu 70 mil visitantes e delegações de 64 países. “Sustentabilidade é resgate de qualidade de vida, como: morar bem, ter saúde, acesso à educação, com valor agregado social”, concluiu. No site www.sustentabilidade.sebrae.com.br é possível ter acesso ao informações e práticas de sustentabilidade para o pequeno negócio.

A palestra foi seguida por Fabiola Marangoni, do Sebrae SP, que falou a professores sobre como elaborar cursos que atraiam a atenção dos alunos e sejam eficientes no aprendizado. Fabíola trouxe métodos e dicas para aprimorar a dinâmica de aprendizagem e engajar os alunos no processo de aprendizagem. “Mais do que usar as metodologias da moda, precisamos usar a dinâmica de aprendizagem que funcione para os nossos alunos”. Augusto Togni, gerente do Sebrae Nacional, afirma que o trabalho com o pequeno negócio tem na educação uma das linhas de atuação. “Buscamos principalmente o desenvolvimento de competências socioemocionais e atitudes empreendedoras”, afirma. “O empreendedorismo pode e deve ser desenvolvido por intermédio do desenvolvimento de competências e outros elementos que devem ser ensinados nas escolas e demais instituições de ensino”. E completa: “na perspectiva de que o futuro está logo ali e que serão necessárias novas competências, nós queremos construir desde já um novo processo de aprendizado”.

  

Assessoria de Imprensa Sebrae Telefone (61) 3348-7570 / (61) 3348-7754

 

Últimas notícias: