fbpx
32 C
Porto Velho
terça-feira, 18 junho 2019, 14:51
Site de apostas
Site de apostas

Moisés marca nos acréscimos e Verdão vence o Sampaio Corrêa em São Luís | Palmeiras

Meia contou com a colaboração do goleiro para dar ao Palmeiras vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil.

DivulgacaoApenas como Felipe Melo de titular, o Palmeiras iniciou o jogo num ritmo cadenciado, esperando o Sampaio Corrêa, que por sua vez também não mostrava muita disposição ofensiva. A morosidade da partida foi quebrada aos 16 minutos, quando Moisés e Hoyran fizeram bonita tabela, mas na hora do passe para Arthur o camisa 10 colocou muita força na bola.

Aos 18 minutos Victor Luis cobrou lateral na área e Edu Dracena desviou de cabeça, para fora. Aos 22 Lucas Lima puxou contra-ataque e acionou Carlos Eduardo, que bateu rente à trave esquerda do goleiro. O assistente, no entanto, já havia assinalado impedimento do camisa 37.

O time da casa só foi fazer Fernando Prass trabalhar aos 25 minutos, quando Dedé passou por Victor Luis e cruzou por baixo, mas o camisa 1 Palmeirense estava atento e agarrou a bola. Aos 31 Salatiel recebeu em profundidade e Edu Dracena chegou no último instante para travar. Na cobrança de escanteio, Prass falhou e permitiu que Salatiel escorasse na sua frente, por sorte, por cima do travessão.

Mesmo em marcha lenta, o Verdão acabou sendo dono da principal chance de gol da etapa inicial: aos 36 minutos Hyoran cobrou muito bem uma falta de média distância no ângulo direito de Andrei, que fez linda defesa com a ponta dos dedos; a bola bateu na trave e sobrou para a defesa afastar. Antes do intervalo ainda deu tempo para uma última investida do Sampaio Corrêa, também em bola parada: após escanteio Felipe Dias balançou a rede, mas pelo lado de fora.

O Palmeiras voltou para o segundo tempo com Deyverson no lugar de Arthur, mas quem teve a primeira chance de gol foi o time maranhense, logo aos 2 minutos: Everton cobrou falta, a bola explodiu em Moisés e sobrou para Cleitinho bater colocado e parar em boa defesa de Prass.

A resposta do Verdão não demorou e veio em dose dupla, em jogadas parecidas. Aos 8 minutos Carlos Eduardo recebeu pela direita e cruzou por baixo, mas Dracena não acreditou na jogada. Aos 10 foi a vez de Moisés receber na ponta, pela esquerda, e cruzar rasteiro para a área, mas ninguém de branco apareceu.

Aos 17 minutos um susto: Prass não conseguiu interceptar um cruzamento e soltou a bola nos pés de Salatiel, que finalizou em cima do goleiro. Para alegria da torcida alviverde que foi em ótimo número ao Castelão, aos 20 minutos Felipão mandou Dudu para o jogo; o camisa 7 entrou no lugar de Hyoran (a torcida queria que fosse no de Carlos Eduardo).

A entrada de Dudu, no entanto, não surtiu o efeito esperado, já que o time seguiu com dificuldades para articular jogadas ofensivas. Satisfeito com o resultado parcial, o Sampaio Corrêa passou a abusar da cera, esfriando ainda mais o jogo.

Aproveitando a desorganização do Verdão, o time da casa tentou a sorte aos 37 minutos, num rápido contra-ataque: Carlos Eduardo não conseguiu acompanhar Everton, que cruzou para Salatiel, mas Antônio Carlos fez o corte preciso antes da finalização. No minuto seguinte Scolari promoveu a última alteração: vaiado, Lucas Lima deu lugar a Felipe Pires.

Nos minutos finais Palmeiras e Sampaio Corrêa não mostravam mais qualquer ambição, até que aos 46 minutos Dudu sofreu falta na intermediária e Moisés resolveu arriscar direto; o goleiro Andrey aceitou: 1 a 0.

Depois do gol o time de Felipão administrou o resultado até o apito final. As equipes voltam a se enfrentar na semana que vem, no Allianz Parque. Ao Verdão basta um empate para avançar às quartas de final da Copa do Brasil.

O Palmeiras volta a campo às 16h de sábado (25/05) para enfrentar o Botafogo, em Brasília, pela sexta rodada do Brasileirão.

Notícias relacionadas:

Notas de Sampaio Corrêa 0 x 1 Palmeiras
Ficha técnica de Sampaio Corrêa 0 x 1 Palmeiras

Últimas notícias: