fbpx
32 C
Porto Velho
terça-feira, 18 junho 2019, 14:43
Site de apostas
Site de apostas

Grande SP tem redução nos homicídios, latrocínios e roubos em abril | São Paulo

A Região Metropolitana de São Paulo fechou o mês de abril com redução nos casos e vítimas de homicídios dolosos e latrocínios, bem como nos casos de furtos e roubos de veículos, roubos em geral e de carga, se comparado ao mesmo período de 2018.




Os homicídios dolosos caíram 7,8%, passando de 51 para 47. As vítimas dessa modalidade de crime reduziram ainda mais. Com uma queda de 15,8%, foram contabilizados 48 casos em abril deste ano contra 57 na comparação com igual período do ano passado.

Com esses resultados, as taxas de homicídios dolosos dos últimos 12 meses (de maio de 2018 a abril de 2019) ficaram em 7,11 casos e 7,59 vítimas a cada 100 mil habitantes. Os números são os menores da série histórica iniciada em 2001.

DownloadDivulgação/SSPimagem25-05-2019-13-05-38

 

Latrocínios

Os latrocínios também caíram no quarto mês deste ano. Os casos e vítimas desse crime reduziram 50%, passando de seis para três casos, se comparado a abril de 2018. Os furtos de veículo tiveram recuo de 2,8%, com 1.855 ocorrências registradas em abril deste ano contra 1.908 no mesmo mês de 2018.

Os roubos de veículo diminuíram 15,6% no mês, com 246 casos a menos que igual período do ano anterior. A quantidade passou de 1.580 para 1.334. O número é o menor desde 2008.

Os roubos em geral reduziram 9,7%, com 4.904 registros em abril de 2019 ante 5.428 no mesmo mês de 2018. No período, os roubos a banco ficaram estáveis com nenhuma ocorrência registrada. Também não houve registro de extorsões mediante sequestro.

Outros indicadores

Os indicadores que apresentaram aumento no mês de abril, na Grande São Paulo, foram os estupros e furtos em geral. No primeiro, a elevação foi de 3,4%, com sete casos a mais em relação ao mesmo período de 2018. No segundo, a alta foi de 13,5%, com o registro de 6.088 casos.

O trabalho realizado pelas três polícias na Região Metropolitana de São Paulo resultou em 3.150 prisões no mês, um recorde da série histórica iniciada em 2001. No mesmo período, 165 armas de fogos foram retiradas das ruas e 563 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.

Últimas notícias: