fbpx
32 C
Porto Velho
domingo, 16 junho 2019, 12:44

Botafogo cogita levar a partida de sábado para o tapetão | Palmeiras

Um jornalista da Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, informou na noite de domingo que o Botafogo pedirá à CBF a anulação do jogo de sábado contra o Palmeiras. A alegação da equipe carioca é que o árbitro autorizou o reinício da partida antes de fazer uso do VAR, que confirmou o pênalti em Deyverson.

Botafogo vai pedir na CBF a anulação da Partida contra o Palmeiras. Clube está baseado na regra 5 da FIFA e o protocolo 8.12 do VAR. Botafogo alega que depois que a partida é reiniciada, não pode ser alterada a decisão do árbitro. O VAR foi utilizado de maneira indevida. #TUPI




— Thiago Veras (@verasthiago) 27 de maio de 2019

O vídeo da sequência do lance, no entanto, não mostra o árbitro autorizando o reinício do jogo, e sim ele mandando a bola voltar ao goleiro. Veja abaixo.

Claramente Botafogo tenta reiniciar o jogo rapidamente mesmo sem autorização, muito provavelmente pq seu jogador sabia q tinha feito a penalidade, porém o arbitro imediatamente apita e pede para esperar a análise do VAR… Ou seja apenas mais um choro e vergonha para o Botafogo. pic.twitter.com/XhRd8CX82f

— Roubei a SEP (@RoubeiaSEP) 27 de maio de 2019

Especialista em Direito Desportivo, o Dr. Rafael Libertuci explicou que é muito improvável o Botafogo obter êxito em sua reclamação.

Trecho do protocolo do VAR que impede que uma partida seja anulada por má utilização da tecnologia. (Palpite), isso se dá, NESSE MOMENTO, pois a tecnologia está em fase de experimento. Permitir a invalidação de uma partida por má utilização do VAR seria trágico. https://t.co/uZ2criavGs pic.twitter.com/DZ36ZAQZ0S

— Rafael L. Libertuci (@libertuci) 27 de maio de 2019

Palmeiras e Botafogo não se manifestaram oficialmente, assim como a CBF e STJD.

Últimas notícias: