fbpx
22 C
Porto Velho
quarta-feira, 19 junho 2019, 07:17
Site de apostas
Site de apostas

Coronel Chrisóstomo cobra maior efetividade do “Luz para Todos” em Rondônia

A atual situação e ações futuras do Programa Luz Para Todos, foi discutida na manhã desta quinta-feira (13), na Câmara Federal pela Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia atendendo requerimento do Deputado Federal Coronel Chrisóstomo (PSL-RO).

Em audiência pública realizada pelo colegiado, o parlamentar questionou a execução do programa e defendeu mais qualidade na energia que chega ao estado de Rondônia.

“Se é Luz Para Todos, ela tem que chegar de fato para todos. Regiões do estado como na faixa da BR-429, aguardam ansiosamente pela execução desse programa. Buritis que é o município número um no setor da pecuária, não se desenvolve porque a energia é de péssima qualidade. Precisamos dar uma resposta urgente para essas regiões que já sofrem há muito tempo com esse problema”, afirmou o deputado.

“Nosso foco é viabilizar o atendimento e promover a universalização em todo território, expandindo as redes de atendimento em torno das redes existentes. 88% do programa já foi executado em todo o Brasil e até o final de 2022 devemos atender o restante das comunidades”, informou o Secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia.

Segundo Túlio Rizzo, Gerente do Departamento de Coordenação do Programa Luz Para Todos da ELETRONORTE, a empresa não é responsável por executar o programa em Rondônia.

“A Eletronorte não é o agente executor do programa na região, ela é o suporte necessário ao ministério para tocar esse projeto. Mesmo assim, já foram investidos  mais de R$ 100 milhões  com esse trabalho”, informou  Rizzo.

“Há uma densidade de cobertura muito grande no Brasil, mas há na Amazônia áreas remotas de difícil acesso por meio terrestre e elevado índice de chuvas que dificultam avançarmos. Viemos para Rondônia e Acre, com a disposição de enfrentar esses desafios porque acreditamos no desenvolvimento da região”, disse Fernando Cezar Maia, Diretor de Regulação do Grupo ENERGISA.

Ao fim da reunião, o deputado Coronel Chrisóstomo solicitou que o Ministério  das Minas e Energia encaminhe os resultados e  as ações futuras do programa em Rondônia para que seja realizado o acompanhamento dos trabalhos.

Últimas notícias: