fbpx
33 C
Porto Velho
domingo, 21 julho 2019, 19:06
Governo de Rondônia
Site de apostas
Site de apostas

Com áudio do VAR exposto e depoimento do árbitro, STJD decide manter vitória do Palmeiras | Palmeiras

Falhou a tentativa do Botafogo em melar o resultado do jogo disputado em Brasília; Verdão é líder do Brasileirão com 25 pontos.

DivulgacaoEm julgamento realizado entre o final da manhã e o começo da tarde de terça-feira em Salvador, o STJD indeferiu o pedido do Botafogo para impugnar a partida contra o Palmeiras, disputada no último dia 25 de maio, em Brasília.

Com a decisão em última instância do Tribunal, o Verdão assegura os 3 pontos da vitória por 1 a 0, e segue líder isolado do Brasileirão com 25 pontos, 5 a frente do Santos, o segundo colocado.

Intimado a depor, o árbitro Paulo Roberto Alves negou que tenha reiniciado a partida antes de fazer uso do VAR que indicou o pênalti legítimo em Deyverson, o que caracterizaria “erro de direito”, tese defendida pela equipe carioca.

“Como eu não havia apitado, e o VAR entrou em contato dizendo que havia checagem, não reiniciei o jogo. Se eu tivesse usado o apito, fato consumado. Obrigado VAR, mas o jogo foi reiniciado” disse Paulo Roberto.

Além do depoimento do árbitro, o áudio do VAR também foi exposto, e em momento algum a comunicação entre os árbitros registrou o reinício do jogo. A curiosidade é que um dos integrantes da equipe sugeriu que Deyverson havia simulado: “Ele se jogou, ele se jogou, você conhece”.

Ao Botafogo, cabe recurso no TAS. Se optar por recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte, na Suíça, a tendência é que a equipe espere até 2020 para ter o caso analisado.

Últimas notícias: