fbpx
24 C
Porto Velho
quinta-feira, 18 julho 2019, 01:20
Governo de Rondônia
Site de apostas
Site de apostas

Autoridades visitam Centro de Ensino e Reabilitação Especial Dom Bosco « Acre

Primeira-dama, governador em exercício e a secretária de Assistência Social visitam Centro de Ensino e Reabilitação Especial Dom Bosco que atende alunos com necessidades educacionais e múltiplas




A convite dos delegados de Polícia Civil, Mardhia El-Shawwa e Getúlio Monteiro, idealizadores do projeto ‘Amigos do Dom’, a primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli, o governador em exercício, Nicolau Júnior, e a secretária de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), Claire Cameli, estiveram em visita, ao Centro de Ensino e Reabilitação Especial Dom Bosco, na manhã desta terça-feira, 18.

A visita teve o objetivo de conhecer o trabalho desenvolvido, ouvir os profissionais e diagnosticar as necessidades tanto na área de ensino quanto na área de reabilitação.

“É muito bom conhecer cada espaço e o trabalho desenvolvido por estes profissionais, ver de perto a real necessidade, para que o Governo do Estado do Acre, seja parceiro e busque resolver situações que estão impedindo essas crianças, adolescentes e jovens de ter um melhor atendimento”, disse a primeira-dama.

GUR 2807

Primeira-dama, Ana Paula Cameli conhece as instalações do Dom Bosco. Foto: Diego Gurge/Secom

Pais e mães que têm filhos e precisam de atendimento especial sabem como é difícil a busca por um lugar adequado de tratamento e ensino. Há 43 anos, o Dom Bosco tem suas ações voltadas para alunos, pais e professores. Atendendo excepcionalmente crianças, adolescentes e adultos com necessidades educacionais especiais na área de deficiência intelectual e múltipla.

A coordenadora de ensino, Ângela Vittorazzi, salientou que cerca de 600 crianças, adolescentes e adultos recebem atendimento. A instituição conta com uma equipe multidisciplinar composta por pedagogos, professores e auxiliares.

“Pessoas de vários municípios e outros estados como Rondônia e Amazonas buscam por esse atendimento diferenciado que o Dom Bosco realiza. Estamos felizes com esse olhar do governo do Estado, com a visita da primeira-dama, pois acreditamos em um tempo de mudanças”, destacou Ângela Vittorazzi.

Segundo a secretária de Assistência Social, Claire Cameli, é urgente atender essa demanda reclamada pelos profissionais e pelos pais. “Esta visita é muito importante, pois vamos poder estudar como podemos resolver a falta de material, as salas apropriadas e como o governo do Estado, por meio da SEASDHM, pode ajudar”, disse Claire Cameli.

Implantado pela Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre) em 2000, a unidade de reabilitação infanto-juvenil transferiu-se para a Escola Dom Bosco. Hoje conta com profissionais de psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, fisioterapia e nutrição.

A coordenadora, Francinete Lamar, servidora pública estadual há 27 anos, disse que muito precisa ser feito no centro especializado. Há uma lista de demanda reprimida de cerca de 250 crianças que são encaminhadas para a unidade.

GUR 2854

Coordenadora da Unidade de Reabilitação Dom Bosco, Francinete Lamar Foto: Diego Gurgel/Secom

“Estamos fazendo um diagnóstico de todo o trabalho que tem sido realizado e não temos medido esforços para que o atendimento seja um serviço de qualidade. temos uma equipe altamente qualificada e apaixonada pelo que faz. Não recebemos há mais de dois anos nenhum recurso de material específico para terapias e nem equipamentos para reabilitação, mas acredito que com essa nova gestão, conseguiremos a melhoria de nossas ações”, explicou Francinete Lamar.


thumb_up

Últimas notícias: