fbpx
33 C
Porto Velho
domingo, 21 julho 2019, 19:13
Governo de Rondônia
Site de apostas
Site de apostas

Jogos e integração marcam I Festival do Paradesporto Escolar realizado pelo Governo do Maranhão – Maranhão

imagem19-06-2019-21-06-16

imagem19-06-2019-21-06-18Em clima de interação e de atividades esportivas, centenas de crianças e jovens participaram, durante toda a manhã desta quarta-feira (19), do I Festival do Paradesporto Escolar promovido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel). As atividades aconteceram no Complexo Esportivo Canhoteiro.




A ideia de levar vivências dos jogos Paradesportivos, para crianças e jovens com deficiência ou mobilidade reduzidas, atraiu centenas de crianças e adolescentes que interagiram com as demais modalidades esportivas. As atividades foram apresentadas em forma de estações e disseminadas nos ginásios e no estacionamento do Canhoteiro, onde simultaneamente, coordenadores e professores promoveram atividades que estarão na edição do ParaJems de 2019.

“Temos que incentivar a participação desses nossos atletas em competições esportivas e hoje foi um grande dia para se colocar em prática. O esporte paraolímpico precisa se tornar uma realidade dentro das escolas, para que alunos com deficiência não fiquem excluídos das atividades. Hoje foi só uma parte de toda uma ação que estamos desenvolvendo. Ontem reunimos os profissionais que trabalham com paradesporto ou que pretendem trabalhar, para uma troca de conhecimento, durante o nosso I Fórum Paradesporto Escolar e hoje foi o nosso I Festival do Paradesporto Escolar e, ainda, esse ano, teremos o ParaJems, que vem prometendo muita coisa boa para os nossos jovens”, resumiu o secretário de Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira.

Todas as atividades realizadas na manhã desta quarta-feira foram acompanhadas pelos responsáveis, equipe técnica da Sedel, monitores do programa mais educação, professores da rede pública, acadêmicos de educação física e voluntários.

“Hoje estamos realizando o Festival com várias modalidades, entre elas, a Bocha, capoeira, tênis de mesa, futebol, atletismo, judô e karatê. Aqui as crianças percebem que elas têm possibilidade de movimento. A Sedel está com uma ação que fomenta as escolas públicas para formamos o primeiro Centro de Paradesporto, onde iremos capacitar os professores nas escolas para que eles possam acompanhar estes alunos”, comentou a coordenadora geral Paradesporto Escolar, Rosana Motta.

Antonio Luis, pai do atleta cadeirante, Gabriel, reitera que o esporte é fundamental no desenvolvimento da vida da criança “ O esporte para criança, principalmente a deficiente, é muito importante. Meu filho tem 4 meses que pratica a bocha e hoje já apresenta um outro desempenho tátil e intelectual”, conta feliz.

Para promover o diálogo entre as pessoas que atuam na área do paradesporto, dentro da programação que debate a temática do paradesporto, a  Sedel realizou, além do Festival o I Fórum Maranhense do Paradesporto Escolar. O fórum integra um Plano de Ações da Sedel e teve como objetivo construir novas estratégias, a partir de discussões e articulações, com integrantes do processo de atendimento à pessoa com deficiência, com especial atenção, as instituições escolares como forma de fomentar e estimular a participação de estudantes nas práticas de atividades esportivas.

No Fórum ocorreram palestras e mesas redondas durante todo o dia. Entre as temáticas discutidas estão o Esporte Paralímpico: História e Estrutura; Acessibilidade Aplicada – Da ética verbal à acessibilidade atitudinal; Tipos de Deficiência Elegíveis; Aspectos Gerais da Classificação Funcional Esportiva; e a Atual Situação do Paradesporto no Maranhão.

Comentários

Comentários

Últimas notícias: