fbpx
25 C
Porto Velho
segunda-feira, 16 setembro 2019, 23:20
Site de apostas
Site de apostas

Ministério Público investiga vereadores da Capital

Atenção! Atenção! Vai dar rolo e rolo dos grandes! Em breve, vai estourar na praça mais um daquelas escândalos que envolvem o mundo político e que deixa a maioria da população não só furiosa, mas também com cara de besta! O caso está andando, na Câmara de Vereadores de Porto Velho.

Claro que a explosão, quando ocorrer, não atingirá a todos os nobres edis, porque há aqueles que realmente honram seu mandato, cuidam dos gastos com o dinheiro público, prestam contas com toda a clareza e merecem o mandato que receberam. Mas há também os outros. Os que gastam 15 mil reais por mês em verbas indenizatórias, mas que (a informação é absolutamente verdadeira), não pisaram nas sessões ordinárias da Câmara uma só vez, naquele mesmo período da gastança.

Há os que estão sendo denunciados por supostamente “racharem” o salário com assessores. Ou seja, contratam, a Câmara paga, mas o assessor tem que retornar ao bolso do “nobre” edil, até a metade do que recebe. Há os acusados de prestarem contas com notas fiscais frias. Há pelo menos um que, num período de 12 meses, gastou nada menos do que 85 mil reais para “conserto do carro”. Isso mesmo. O preço de um carro Sport Utility Vehicle, ou o famoso SUV, zero quilômetro, que é um dos tipos mais comprados hoje no Brasil. Também tem os que gastaram algo em torno de 8 mil reais em combustíveis no mês de janeiro, quando a Câmara estava em recesso. No mesmo período, segundo o Portal da Transparência, um dos vereadores (Luan da TV) gastou zero e Aleks Palitot gastou apenas 300 reais com gasolina.

O Ministério Público tem sido presença constante dentro da Câmara da Capital. Pelo menos três promotores ou atuam juntos ou se revezam, investigando um pacote de denúncias, que tem inclusive delação premiada de ex servidores. Foi um deles que contou aos representantes do MP sobre o vereador que cobra parte dos salários dos assessores e que acrescenta notas frias à sua prestação de contas.

O valor das chamadas verbas indenizatórias saltou de 9 mil reais para 18 mil e depois caiu para 15 mil. Só há um dos 21 vereadores que não usa um só centavo desse dinheiro, para nada: Luan da TV. Vários a usam dentro de critérios cuidadosos. Há os que, como Aleks Palitot, que além de fazerem a prestação de contas dos seus gastos no Portal da Transparência, também estão encaminhando toda a sua documentação à Justiça, através da Segunda Vara Cível, para demonstrar que estão agindo dentro de moralidade e dos cuidados com o dinheiro público.

A gastança para alguns poucos, contudo, é exagerada e tem merecido atenção especial do MP. Tomara que quando todas as denúncias estourem (e vão estourar dentro de pouco tempo), seja feita Justiça também perante a opinião pública, separando os que trabalham duro pela coletividade, daqueles que só pensam em seus bolsos. Enfim, o Tic Tac da bomba prestes a explodir está sendo ouvido cada vez com mais intensidade.

CORTE DE ENERGIA: PROCON NA CAUSA

O corte de energia, considerado ilegal e denunciado pelo deputado Ismael Crispim, na Assembleia e por moradores que afirmam que a Energisa usa o apoio de policiais civis para cortar a energia, em casas de consumidor inadimplentes, durante a noite, o que é também proibido, é assunto que vai voltar com força, essa semana.

Crispim, que tem feito denúncias contra a ilegalidade dos cortes, garante que vai voltar ao assunto. Nessa semana, nas sessões do Parlamento, ele vai relatar uma série de irregularidades, inclusive com cortes de energia de empresas nos finais de semana, não permitindo prazo para que a conta seja paga e a religação seja feita, causando grandes prejuízos aos empresários e seus empregados.

Já a Comissão Estadual de Defesa do Consumidor, liderada pelo advogado Gabriel Tomasete, vai entrar de sola no tema. Ele já denunciou o caso ao Procon, pedindo apoio aos consumidores, a maioria endividados, que não estão conseguindo pagar suas contas. “O que temos que fazer é propor uma renegociação justa e possível e não a forma atual, impositiva de parte da empresa, que não ajuda em nada ao inadimplente para que regularize seus débitos”, disse o advogado. Ou seja, o caso vai continuar na pauta, nos próximos dias e nas próximas semanas.

INCENDIÁRIOS IMPUNES

Todo o ano é mesma coisa. Termina o período das chuvas e, mesmo com todas as campanhas, todas as orientações, todas as súplicas, as queimadas voltam com força total. Cada vez piores, causando cada vez mais danos. Ainda estamos em junho, porque o auge das queimadas é agosto e o Corpo de Bombeiros, apenas na Capital, já atendeu a mais de 200 chamadas, desde meados de maio, com o fogo tomando conta de imensas áreas.

O pior incêndio até agora foi próximo ao Espaço Alternativo. Ele começou perto do final da tarde e entrou noite adentro. Foram quase cinco horas de trabalho duro dos bombeiros, com apoio de equipes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, que cedeu equipamentos, para que a queimada fosse controlada. No Estado todo, já foram mais de 600 incêndios.

Ora, se todos os esforços feitos não resolvem ou ao menos amenizam o problema, não está na hora de mexer na legislação e prever penas de prisão, por exemplo, além das multas, muitas delas pesadas, mas que jamais são pagas? Vamos deixar por isso mesmo ou começar a punir, com rigor, aqueles que não respeitam a vida alheia e continuam fazendo, impunemente, as perigosas e danosas queimadas? Se a conversa não funciona, está na hora de usar a força…

O ESTADO É MESMO LAICO?

Embora sejamos um país laico, ou seja, onde política e religião não devem se misturar, elas estão cada vez mais juntas.

Durante longo período da nossa história recente, foram os católicos que ditaram muitas das regras da sociedade brasileira. Agora, está sendo a vez dos evangélicos. Rondônia é o Estado, aliás, onde há mais evangélicos que católicos, comparando-se com o restante do país. Por isso, a Marcha Para Jesus, que reuniu mais de 50 mil pessoas em Porto Velho, na última quinta, promovida por igrejas evangélicas principalmente, atraiu muitos políticos que são, ao mesmo tempo, participantes ativos das religiões.

Um exemplo é o governador Marcos Rocha, evangélico militante, acompanhado pela primeira dama Luana Rocha, que participou do evento e inclusive leu trechos bíblicos. Foi ovacionado pela multidão e ficou bastante emocionado.

O prefeito Hildon Chaves e a primeira dama, dona Ieda, que são católicos, também participaram. Hildon foi aplaudido, quando seus opositores tinham certeza de que sua popularidade estava em baixa. Tanto o Prefeito quanto a primeira dama acabaram envolvidos pela emoção da Marcha e pelos aplausos da multidão. Dona Ieda chorou várias vezes, durante o evento. Depois, os dois desceram do palco e acabaram lanchando entre os ambulantes.

O CORONEL APOIA OS VELHINHOS

Tem que ser visto com bons olhos, o projeto do deputado federal Coronel Chrisóstomo, do PSL, que isenta do pagamento da taxa de renovação da Carteira Nacional de Habilitação aos idosos. Muitos dos velhinhos, tão explorados como outros tantos brasileiros pela voracidade com que lhe é cobrada a enorme quantidade de impostos, tributos e taxas, vivem apenas de sua aposentadoria.

Ao renovar sua habilitação, pagam o mesmo que qualquer outra pessoa e, pior, são obrigados a renovar o documento a cada três anos, enquanto nas demais faixas etárias, ela acontece apenas de cinco em cinco anos. Chrisóstomo explica: “o que propomos evita que o idoso enfrente a cada três anos toda a burocracia estatal e arque com o pagamento de todas as taxas, para renovação da carteira. Nosso projeto resguarda o idoso de um gasto excessivo a essa parcela da população, cujos rendimentos de aposentadoria, muitas vezes, são insuficientes para arcar com seu elevado custo de vida”. A proposta do Coronel deputado é que os exames sejam feitos normalmente a cada três anos, como a lei atual, mas que o pagamento seja considerado isento.

Até que enfim,, uma proposta com grande alcance, que pode beneficiar um número imenso de brasileiros que, já no fim da vida, são tão explorados quando o são os mais jovens, nesse país/vampiro, quando se trata de arrancar mais dinheiro do contribuinte.

ELES SOLTOS, NÓS PRESOS!

Como um preso, monitorado por tornozeleira eletrônica, pode participar livremente de uma quadrilha de bandidos que, fortemente armados, circulam normalmente por Porto Velho? Isso mesmo! A moleza com que esses bandidos saem das prisões e voltam ao crime, sem qualquer problema, deixa muito claro que o tipo de legislação que temos é inócua, para não dizer ridícula. Ineficaz e perigosa para a sociedade e para todas as pessoas de bem, embora os defensores dos direitos dos criminosos a considerem uma joia. Na noite da sexta, a Polícia Militar decidiu fazer uma abordagem comum, num carro que ia em direção a Humaitá, perto da ponte sobre o rio Madeira.

O veículo não só fugiu em alta velocidade, como, depois da ponte, os bandidos pararam para atirar contra os policiais.

Com tiros de fuzil. Entre os foragidos, que abandonaram o carro e escaparam, tudo indica que estava um preso que deveria estar em casa, usando sua tornozeleira eletrônica. O documento dele foi encontrado no carro abandonado pelos marginais. É muito fácil para a bandidagem conseguir um fuzil, enquanto a PM, no geral, ainda tem armas muito inferior. Como é fácil um bandido sair da cadeia protegido pelo manto da lei, enquanto os cidadãos comuns tem que ficar trancafiados dentro das suas casas. Um dia certamente a sociedade brasileira não vai mais suportar isso e se rebelar com esses absurdos e abusos. Tomara que seja logo!

“QUEM SALVA UMA VIDA…”

No G1 Rondônia, uma história pequena, mas cheia de emoção, que ensina que não devemos perder a crença na bondade humana e que, pequenos gestos, podem fazer a transformação, para melhor, na vida de muita gente.

A advogada Márcia Pini decidiu colocar um bebedouro no muro externo da sua casa, para que moradores de rua e quem ali passe, com sede, possa tomar água. Ela descobriu que muitos moradores de rua sofrem com problemas renais porque não tomam água suficiente.

Bastou para que decidisse dar sua pequena, mas fundamental ajuda. Diariamente, a advogada e os familiares limpam o bebedouro e colocam copos descartáveis. “Quem salva uma vida, salva toda a Humanidade”. A frase, do filme A Lista de Schindler, que conta a história do alemão que salvou centenas de judeus, sintetiza essas ações, isoladas, mas que nos fazem crer ainda no sentimento de solidariedade e amor aos outros. A advogado Márcia provou, com um ato de bondade e gentileza, o quanto ainda somos bons. Ainda bem que existam tantos seres humanos como ela, nesse mundo egoísta e onde cada um só cuida do seu quadrado.

PERGUNTINHA

Qual foi o último gesto de bondade que você praticou, que beneficiou outras pessoas, que as ajudou, que deu alento a alguém e que lhe trouxe uma satisfação especial?


Fonte:Sérgio Pires

Últimas notícias: