Justiça de SP determina penhora do dinheiro que Marcelinho terá que receber de Luxemburgo |

[bloqueador2]O TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) determinou no dia 3 de julho que o dinheiro que Marcelinho Carioca receberá do técnico Vanderlei Luxemburgo seja penhorado, devido a um outro processo existente na Justiça. O caso foi noticiado primeiramente pela Folha de S. Paulo e confirmado pela ESPN, que teve acesso aos documentos. Em 18 de junho, a juíza Tônia Yuka Koroku, da 13ª Vara Cível da capital paulista, determinou que o comandante do Vasco da Gama tenha 15% de seu salário repassado a Marcelinho, como meio de pagar uma dívida de R$ 351.188,67. Esse montante é resultado da vitória do ex-jogador em ação de indenização por danos morais contra Luxa, pelo fato do treinador ter chamado o ex-atleta de “moleque” e “safado” durante um programa ao vivo da TV Bandeirantes, em 2007. Marcelinho, porém, teve pouco tempo para celebrar a vitória na ação. Um outro processo, este do escritório L. Coelho e J. Morello Advogados Associados contra o ex-jogador, fez com que o juiz Rodrigo César Fernandes Marinho, da 4ª Vara Cível, determinasse a penhora dos valores recebidos por Marcelinho. A ordem é que esse dinheiro seja usado para pagar uma dívida de R$ 1.502.285,40 que a empresa afirma que o ex-atleta possuí por honorários advocatícios não pagos – o escritório representou o cliente entre 2000 e 2005. “Diante das diferentes tentativas infrutíferas de recebimento do crédito, inclusive com a instauração de incidente de desconsideração inversa da personalidade jurídica, defiro a penhora no rosto dos autos, até o valor atualizado do crédito, comunicando-se por ofício para sua efetivação”, escreveu Marinho, em decisão expedida em 27 de junho. Além da penhora do valor repassado por Vanderlei Luxemburgo, o L. Coelho e J. Morello Advogados Associados ainda quer executar um sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, onde funcionava um resort cuja propriedade é atribuída a Marcelinho, mas que está em nome de Ubiraci da Costa Cardoso, seu ex-empresário. Anthero Mendes Pereira Júnior, atual advogado de Marcelinho, diz que o ex-atleta reconhece a dívida com seus ex-representantes, mas salienta que os valores ainda serão discutidos. Vanderlei Luxemburgo (dir) dá instruções a Marcelinho Carioca, em 2001Vanderlei Luxemburgo (dir) dá instruções a Marcelinho Carioca, em 2001 Fonte: ESPN.com.br

Fonte: www.netvasco.com.br/n/233844/justica-de-sp-determina-penhora-do-dinheiro-que-marcelinho-tera-que-receber-de-luxemburgo

[/bloqueador2]