fbpx
28 C
Porto Velho
domingo, 22 setembro 2019, 14:13
Site de apostas
Site de apostas
Site de apostas

Festival Estéticas das Periferias ocupa o Museu do Futebol | São Paulo

Uma partida sem juiz e em que as regras são criadas na hora pelos participantes são as premissas do Futebol Callejero, uma das atividades promovidas pelo Museu do Futebol como parte da programação do festival Estéticas das Periferias, em sua 9ª edição.




Além da iniciativa, o museu contará com uma feira de produtos de empreendedores solidários e bate-papo sobre empoderamento feminino nos dias 31 de agosto e 1º de setembro. Vale destacar que o Estéticas das Periferias é realizado pela Ação Educativa, com apoio do Museu do Futebol, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado.

Origem

O Futebol Callejero surgiu na cidade argentina de Moreno, perto de Buenos Aires, como algo mais complexo do que um jogo: trata-se de uma atividade que pretende resgatar o protagonismo dos jovens, estimulando o diálogo.

A ausência do árbitro serve como um estímulo para que os jogadores debatam até chegarem ao consenso sobre que regras devem valer para aquela partida específica. No fim do jogo, eles avaliam se as decisões foram justas, se os combinados foram cumpridos e como eles se sentiram no processo.

A atividade no Museu do Futebol acontecerá em 31 de agosto, em duas quadras na área externa, na Praça Charles Miller, e terá a participação de mediadores da Rede Paulista de Futebol de Rua. Enquanto os boleiros jogam, das 10h às 17h haverá feirinha de artesanato, roupas, acessórios e comida produzida por integrantes da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária.

A questão de gênero também integra a programação. Ainda no sábado (31), às 11h, acontece no auditório do museu o debate “Empoderamento feminino: as mulheres no País do futebol”, com a poeta, filósofa, pedagoga e líder de vários projetos sociais no Grajaú, Maria Vilani, a pesquisadora do futebol feminino Aira Bonfim e as educadoras do Museu do Futebol Angélica dos Santos, Bárbara Cinelli, Patrícia Vieira Alves, Larissa Sousa dos Santos e Rosane Lima de Oliveira.

Em 1º de setembro, às 11h e às 11h30, haverá visita educativa temática com o mesmo tema do debate à exposição temporária “CONTRA-ATAQUE! As mulheres do futebol”, em cartaz no museu. Durante a atividade, os participantes saberão mais sobre a luta por igualdade de direitos dentro e fora de campo.

Interatividade

O Museu do Futebol está instalado em uma área de 6,9 mil metros quadrados sob as arquibancadas do Estádio do Pacaembu, na capital paulista. É um espaço interativo, lúdico e multimídia, no qual a história do esporte mais popular do Brasil se confunde com a própria história do Brasil.

A equipamento é uma iniciativa do Governo e da Prefeitura de São Paulo, com concepção e realização da Fundação Roberto Marinho. Pertence à rede de museus da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado e é gerido pelo IDBrasil, Organização Social de Cultura.

Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br/ultimas-noticias/festival-esteticas-das-periferias-ocupa-o-museu-do-futebol

Últimas notícias: