fbpx
30 C
Porto Velho
segunda-feira, 10 agosto 2020, 21:32
Site de apostas
Site de apostas

México enfrenta dificuldade para acomodar brasileiros barrados na fronteira dos EUA

Autoridades mexicanas estão tendo dificuldades para acomodar cerca de 400 brasileiros que foram barrados na fronteira dos Estados Unidos e estão sendo mandados para o País vizinho para aguardar pela audiência imigratória. Os brasileiros aprendidos na fronteira em El Paso, Texas, estão sendo mandados para um abrigo na cidade de Juarez.

Desde o fim de janeiro, os brasileiros estão sendo mandados para a cidade de Juarez pelo U.S. Customs and Border Protection (CBP). Em vez de aguardarem pela audiência em território americano, agora os cidadãos brasileiros são devolvidos para o México até que seu pedido de asilo seja avaliado, segundo uma nova ordem do DHS (Department of Homeland Security).

Entre as dificuldades estão abrigo para essas pessoas e o idioma, já que estão sendo necessários intérpretes de português para comunicar com os brasileiros.

“Conseguimos acomodar alguns em abrigos, mas não para todos. Temos um novo desafio que é providenciar intérpretes. Precisamos mostrar para eles as opções, quais abrigos podem procurar e quais são os seus direitos. É importante que eles entendam o que estão fazendo aqui”, disse Enrique Valenzuela, diretor de um centro para imigrantes no México.

Outra dificuldade, além do idioma, é encontrar advogados para esses brasileiros, que também precisam trabalhar para se manter. O governo mexicano já deu permissões de trabalho temporárias para cubanos e cidadãos da América Central, mas os brasileiros ainda não contam com o benefício”.

A medida foi tomada diante do drástico aumento do número de brasileiros detidos na fronteira do um ano para o outro. O Border Patrol prendeu 17.900 brasileiros no último ano, número mais de dez vezes maior que as apreensões no ano anterior, que foram por volta de 1.5 mil.

Diante desse cenário, o Brasil foi incluído no programa Migrant Protection Protocols (MPP), que já mandou 57 mil imigrantes (não mexicanos) para o México, segundo o DHS. O programa, anteriormente, era voltado apenas para imigrantes hispânicos, na grande maioria, de países da América Central.


Fonte:ACHEIUSA

Site de apostas

Últimas notícias: