Mesmo com pandemia, exportações crescem 11,9% em Vilhena

Vilhena teve saldo positivo nas exportações entre janeiro e maio desde ano, mesmo com a pandemia de coronavírus. Segundo a Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio (Semtic), houve um aumento de 11,9% nas exportações em relação ao mesmo período de 2019.

Os principais produtos exportados pelo município são soja, milho, algodão, carnes e subprodutos animais.

De acordo com boletim do monitor do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), Vilhena exportou US$ 154,95 milhões em produtos de janeiro a maio de 2019.

Já nos cinco primeiros meses deste ano as exportações no período somaram US$ 173,38 milhões, cerca de R$ 903,74 milhões.

Os dados disponíveis até maio indicam que o município de Vilhena se manteve na liderança de exportações feitas por Rondônia em 2020, representando mais de 26% da produção estadual.

Quem comprou os produtos de Vilhena na pandemia?
Durante a pandemia de Covid-19, os chamados Países Baixos foram os maiores importadores dos produtos de Vilhena. Eles compraram aproximadamente 27% do que foi produzido pelo município nos cinco primeiros meses de 2020.

A Espanha foi o maior comprador (9,8%); já o Vietnã veio em seguida (9,1%); Hong Kong ocupa o terceiro lugar de maior importador (7,7%), e a China ficou no quarto lugar (5,7%).


Fonte:G1/RO