fbpx
33 C
Porto Velho
terça-feira, 20 outubro 2020, 18:23
Site de apostas
Site de apostas

ASN – Sebrae e Unesco se unem para levar educação empreendedora às escolas brasileiras

O Sebrae e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) irão atuar juntos para levar educação empreendedora a todos os estudantes de nível fundamental dos municípios brasileiros. O objetivo principal da parceria é implementar conteúdos fundamentais sobre empreendedorismo na Base Nacional Comum Curricular, além de capacitar gestores e professores a desenvolverem nos alunos características como pensamento: crítico, comunicação, criatividade, autoconhecimento, autonomia e responsabilidade, empatia e cooperação.

A expectativa é que o projeto atenda 500 mil alunos, 50 mil professores e 5 mil gestores municipais de educação. A iniciativa também inclui em seu plano de ação a sensibilização dos educadores para a inclusão dos migrantes, especialmente os venezuelanos recebidos pelo Brasil, no sistema formal de educação. A previsão é que as ações tenham início em outubro deste ano, com duração de doze meses.

Para expandir e agregar a educação empreendedora ao currículo de jovens brasileiros, Sebrae e Unesco irão unir forças de acordo com suas linhas de atuação. De um lado o Sebrae irá preparar todo o conteúdo sobre empreendedorismo e inovação, explorando ferramentas e metodologias de ensino. De outro a Unesco irá usar de sua capilaridade para mobilizar os atores do ecossistema de educação municipal, com destaque para a atuação da União Nacional dos Dirigentes da Educação (Undime), assegurando o engajamento dos profissionais de educação distribuídos em todas as unidades da federação.

O gerente de cultura empreendedora do Sebrae, Gustavo Cezário, afirma que um dos pontos focais do projeto é o preparo dos professores para incentivarem os alunos a despertarem o interesse pelo empreendedorismo.

“Acreditamos que os professores são os primeiros a terem os comportamentos empreendedores desenvolvidos a ponto de servirem de exemplo e inspiração para os alunos. Nesse sentido, professores e gestores escolares serão convidados a realizar cursos em temas como inovação, tecnologias educacionais, educação integral, empreendedorismo, além de cursos EAD voltados à aplicação das metodologias. Logo, esperamos que o conteúdo alcance os estudantes por meio dos professores em diferentes formatos como jogos, gibis, cartilhas, interações digitais, oficinas, vídeos, spot de rádio entre outros”, reitera.

Cezário analisa que o atual contexto pandêmico e todas os desafios impostos para a educação, tenham reforçado, ainda mais, a importância de trabalhar conceitos de inovação e empreendedorismo com os alunos. “A pandemia levou à abertura de novos espaços e possibilitou que novos públicos tenham acesso ao conhecimento online.

Estamos convencidos que os roteiros com atividades pedagógicas virtuais e presenciais organizados pelos professores, e trilhas disponibilizadas diretamente ao aluno contribuirão para a educação ganhar cada vez mais significado na vida da nossa juventude”, observa o Cezário.

Fonte: www.agenciasebrae.com.br/sites/v/index.jsp?vgnextoid=d5e87fe02b2a4710VgnVCM1000004c00210aRCRD&vgnextfmt=default

Site de apostas

Últimas notícias: