PSDB está totalmente envolvido na Lava Jato

A Odebrecht apontou dois nomes como operadores de R$ 23 milhões repassados pela empreiteira, via caixa 2, à campanha presidencial de José Serra, que hoje é ministro no governo de Michel Temer, na eleição de 2010. Corrigido pela inflação do período, o valor equivale a R$ 34,5 milhões.

A empresa afirma que parte do dinheiro foi transferida por meio de uma conta na Suíça, em um acerto com o ex-deputado federal Ronaldo Cezar Coelho (PSD-RJ), ex-PSDB. Ronaldo fez parte da coordenação política da campanha de Serra. Já o caixa dois operado no Brasil foi negociado com o ex-deputado federal tucano Márcio Fortes (RJ), amigo de Serra.

O PSDB está envolvido até o talo nos esquemas apurados pela Lava Jato

Serra.jpg

Deixe sua opinião pelo Facebook

comentários