Home / Rio Grande do Sul / Documentário sobre a Cadeia Pública de Porto Alegre é exibido de graça para sete universidades públicas | Rio Grande do Sul

Documentário sobre a Cadeia Pública de Porto Alegre é exibido de graça para sete universidades públicas | Rio Grande do Sul

Veja o trailer do documentário sobre a Cadeia Pública

Veja o trailer do documentário sobre a Cadeia Pública

O premiado documentário “Central”, que mostra a realidade da Cadeia Pública de Porto Alegre – novo nome do Presídio Central – e discute a situação carcerária do Brasil, será exibido simultaneamente e de forma gratuita para sete universidades públicas do país nesta quinta-feira (17), a partir das 19h. Sessões presenciais estão previstas para ocorrer na Sala Redenção, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e no Cine Arte, da Universidade Federal Fluminense (UFF), que participarão de um debate após a exibição do filme.

Farão parte da conversa a cineasta e diretora do longa-metragem, Tatiana Sager, e o jornalista e codiretor do filme, Renato Dornelles, autor do livro “Falange Gaúcha”, que serviu como base para o longa premiado em 2016 como melhor documentário no festival Festin, em Portugal, e no Prêmio dos Direitos Humanos de Jornalismo.

“O filme retrata, de forma crua, a realidade presenciada na unidade carcerária Central, que é considerado o maior e pior presídio brasileiro, localizado em Porto Alegre”, relata Tatiana. Longa retrata situação da Cadeia Pública de Porto Alegre (Foto: Reprodução) Longa retrata situação da Cadeia Pública de Porto Alegre (Foto: Reprodução)

Longa retrata situação da Cadeia Pública de Porto Alegre (Foto: Reprodução)

Também debatem a juíza da 1ª Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre, Sonáli da Cruz Zlohan, e a coordenadora da Liga dos Direitos Humanos da Faculdade de Educação da universidade, Giancarla Brunetto. Já no Cine Arte, da Universidade Federal Fluminense (UFF), será conectado ao diálogo o professor adjunto Elionaldo Fernandes Julião, pesquisador da situação carcerária no país.

Além da UFF e da UFRGS, o documentário será exibido na Universidade Federal da Bahia (UFBA), na Universidade Federal de Goiás (UFG), na Universidade Federal do Espirito Santo (UFES), na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e na Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Qualquer pessoa pode entrar nas salas de forma gratuita, respeitando a lotação do local.

A transmissão será realizada por meio do projeto Cinemas em Rede, uma cooperação entre a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e o Ministério da Cultura (MinC). A ideia é conectar os cinemas universitários à infraestrutura de redes operada pela RNP, facilitando, assim, o acesso e o intercâmbio de conteúdos entre as salas.

Edição anterior do projeto Cinemas em Rede (Foto: Cinemas em Rede/Divulgação) Edição anterior do projeto Cinemas em Rede (Foto: Cinemas em Rede/Divulgação)

Edição anterior do projeto Cinemas em Rede (Foto: Cinemas em Rede/Divulgação)