Rondônia - 27 de Maio de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Ariquemes / Médica é obrigada a deletar ofensas contra promotora

Médica é obrigada a deletar ofensas contra promotora

A médica Luciane Berti, proprietária da ClÍnica da Criança de Ariquemes, chamou a promotora Priscila Matzenbacher Tibes Machado de mentirosa, no último domingo (03) em seu perfil no Facebook. A juíza de direito Márcia Cristina Rodrigues Masioli Morais concedeu Medida Cautelar ao Ministério Público com o objetivo de cessar os comentários da médica e de seu esposo, Fabiano Vilela.

Luciane Berti postou trecho decisão judicial em seu perfil, afirmando que atende a determinação e que retira todas as publicações. Além de ironizar no final com as palavras ÓRGÃO DEMOCRÁTICO.

Veja abaixo:

ATENDENDO …RESPEITOSAMENTE..A DETERMINAÇÃO JUDICIAL..COM CAUTELAR REQUERIDA ..PELO MINISTÉRIO PÚBLICO…VOU RETIRAR TODAS AS PUBLICAÇÃO ..FEITA POR MIM E OU MEU MARIDO ..NO FACE …A QUAL INCLUI MINHA MANIFESTAÇÃO CONTRA O FECHAMENTO DA ÚTI E ONDE HÁ CITAÇÃO DO NOME DO MINISTÉRIO PÚBLICO..
ÓRGÃO ..DEMOCRÁTICO …

Entenda o contexto da história lendo os seguintes links:

A única verdade sobre a UTI da Clínica da Criança de Ariquemes

Estado de Rondônia decide rescindir contrato com clínica de Ariquemes após recomendação do Ministério Público

Proprietária de UTI vai fazer greve de fome por não saber motivos de paralisação

UTI neonatal de Ariquemes recebia do SUS e cobrava pacientes

Médica da UTI neonatal chama promotora de mentirosa

Associação do MP publica nota de apoio e desagravo a promotora de Ariquemes

Da Redação – Folha Nobre